Facebook
  RSS
  Whatsapp

  02:06

Criança de dois anos é atacada por sucuri de aproximadamente 6 metros em GO

 

Um menino de 2 anos foi atacado por uma sucuri de aproximadamente 6 metros, na tarde do último sábado (18), às margens de um rio em Vicentinópolis, no sul de Goiás. Segundo o tenente Carlos Diniz, da Polícia Militar (PM), a criança estava brincando enquanto os pais estavam nas proximidades.

“A família escutou os gritos da criança. A equipe estava em patrulhamento e ouviu a mãe gritando socorro, enquanto o pai tentava tirar a criança da cobra, que estava enrolada”, detalhou. Ainda Segundo o tenente, os policiais tentaram ajudar de várias formas, conseguiram desenrolar parcialmente a cobra, mas o único jeito foi matá-la.

O menino foi levado ao hospital, que ficava a cerca de 20 km da fazenda onde aconteceu o ataque e os pais dele trabalham. De acordo com informações da polícia, a criança não teve ferimentos graves e a mordida não foi profunda. Ele foi liberado da unidade.

Mordida na perna da criança
Mordida na perna da criança 

“É uma ocorrência que vai nos marcar para o resto da vida, a criança nasceu de novo”, finalizou o tenente.

José Natal, pai do menino atacado, contou que a cobra enrolou no corpo do menino e só soltou após ser morta pelos policiais militares. 

“A gente tava sem energia e acabou a água da caixa, a gente tava no córrego para tomar banho, ao lado dele, a cobra começou a enrolar no braço dele. Fiquei desesperado”, contou.

José Natal contou para os policiais que deu uma paulada na cobra, mas mesmo assim ela não soltou o menino. Segundo o tenente Carlos Diniz, os policiais tentaram ajudar de várias formas, conseguiram desenrolar parcialmente a cobra, mas o único jeito foi matá-la. Ainda à PM, José disse que o filho está um pouco assustado.

“Meu menininho tá meio assustado à noite, tá reclamando de dor”.

ESPÉCIE 

O biólogo Edson Abrão explicou que se trata de uma “sucuri amarela”, uma das serpentes mais fortes do planeta. Sobre o ataque, o especialista explicou que é raro na natureza, mas pode acontecer.

De acordo com Edson, ela não tem veneno e mata sua presa por constrição, ou seja, usa a força muscular para imobilizar e matar presas por asfixia.

“Esse animal é muito forte, a força dele só perde para piton, aquela serpente africana e asiática”, explicou.

Edson disse ainda que a sucuri amarela é a única serpente que consegue se alimentar dentro da água, é muito ágil, gosta de rios, riachos e prefere lugares de água limpa.

Com informações do g1

Mais de Brasil