Facebook
  RSS
  Whatsapp

  22:24

URGENTE: Relatório da PF aponta troca de favores em esquema de compra de livros na gestão João Félix

 Foto: Prefeito Joãozinho Félix

A Polícia Federal concluiu o relatório sobre a Operação Monopolium, deflagrada com o objetivo de combater o desvio de recursos públicos. O relatório da PF, divulgado pelo site ViAgora,  aponta transações financeiras envolvendo a empresa Max Digital e pessoas ligadas ao secretário municipal de Finanças de Campo Maior, Adailton Oliveira de Moraes, homem de confiança do prefeito Joãozinho Félix. Os valores foram transferidos para uma irmã e uma sobrinha, inclusive com a utilização de uma empresa de fachada. 

O documento produzido pela Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros mostra que a irmã do secretário, Adriana Oliveira de Moraes Gomes, é sócia de uma empresa que recebeu através de transferências bancárias um total de R$ 1.635.690,20 (um milhão, seiscentos e trinta e cinco mil, seiscentos e noventa reais e vinte centavos).

Chama atenção o fato de Adriana Gomes ter sido beneficiária do auxílio emergencial do Governo Federal, tendo recebido 14 parcelas entre os anos de 2020 e 2021. O fato chama atenção, pois a empresa que é sócia recebeu valor milionário de apenas uma empresa (Max Digital), “totalmente incompatível com o perfil de uma pessoa que recebeu auxílio emergencial.”

A Polícia Federal suspeita de “troca de favores”. De um lado, a empresa Max Digital oferece os produtos à Prefeitura Municipal de Campo Maior e, de outro, o município condiciona a aquisição do material didático à contratação de fornecedor ligado ao Secretário de Finanças.

Outro fato relevante identificado pela Polícia Federal, foi que o próprio secretário de finanças de Campo Maior/PI também recebeu valores em sua conta enviados pela Max Digital, sendo apenas uma transferência eletrônica na data de 20 de agosto de 2021 no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais).

Operação Monopolium

A Prefeitura de Campo Maior e a empresa Max Digital LTDA foram alvos da Operação Monopolium, deflagrada com o objetivo de combater o desvio de recursos públicos federais destinados à secretaria municipal de educação. A investigação teve início a partir dos resultados de fiscalização do TCE, que constatou indícios de fraude e direcionamento na contratação da empresa Max Digital pela Secretaria Municipal de Educação de Campo Maior.

VEJA MAIS-  Polícia Federal faz operação contra desvio de recurso em Campo Maior (PI) e mais duas cidades

Prefeitura de Campo Maior (PI) assinou quatro contratos com empresa investigada pela PF

Prefeitura de Campo Maior divulga nota e admite contrato com empresa investigada pela PF

Esquema de desvio em Campo Maior (PI) pode ter agido também na Saúde e Assistência Social

Outro lado

A reportagem procurou o secretário de finanças para falar sobre o assunto, mas Adailton Oliveira não foi localizado.

Fonte: ViAgora

Mais de Campo Maior