Curta a nossa página
 
18/09 12h27 2020 Você está aqui: Home / Polícia Bianca Viana Imprimir postagem

Polícia investiga maníaco sexual de 14 anos que está agindo em cidade no Piauí

Polícia investiga maníaco sexual de 14 anos que está agindo em Cocal

Um inquérito policial foi aberto através da Polícia Civil de Cocal, na região Norte do Piauí, para investigar um suposto maníaco sexual, que segundo a imprensa local no município, nos últimos dias atacou duas mulheres para praticar crimes sexuais na região do povoado Boíba, zona rural da cidade. 

De acordo com informações, o investigado é um adolescente de 12 a 14 anos, possuidor de um porte físico elevado para a idade, que foi denunciado por uma mulher de 30 anos pelo ato infracional equiparado ao crime de tentativa de estupro. Segundo o agente Walter Brune, até o momento a delegacia só recebeu a denúncia de uma mulher, que foi atacada e derrubada enquanto pedalava de bicicleta. 

“O ato só não foi consumado por causa de um motoqueiro que passava pelo local e viu o indivíduo tentando arrastar a moça para dentro da mata. Ela (vítima) veio denunciar o caso e trouxe até testemunhas que informaram que o suspeito confidenciou para outras pessoas da comunidade que já havia entrado por duas vezes na casa dela (casa da vítima) sem que a mesma percebesse, para tentar manter relações sexuais nem que fosse a força. Nós pegamos o depoimento da vítima e das testemunhas e aguardamos que mais vítimas tomem coragem e o denunciem", relatou o agente.

Conforme ainda reportagem do site a respeito do caso, a vítima relatou que conhece outra mulher que foi agarrada dias atrás pelo acusado. A polícia agora espera ouvir o maior número possível de vítimas para saber quais foram os delitos praticados pelo adolescente e posteriormente encaminhar o procedimento ao Ministério Público e Poder Judiciário.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados