Curta a nossa página
 
02/02 00h14 2016 Você está aqui: Home / Jatobá do Piauí Da Redação/Jatobá do Piauí Imprimir postagem

Jatobá do Piauí

Da Redação/Jatobá do Piauí

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Da Redação/Jatobá do Piauí - com Jatobá do Piauí

Ex-detento natural de Jatobá do Piauí vira empresário e fatura 15 mil por mês

O homem natural de Jatobá cumpriu pena após participar de um sequestro em São Paulo, mas deixou a criminalidade e hoje é um empresário bem sucedido.

Enquanto as mãos de Jaime Vitório, 38, cortam os cabelos dos clientes, a cabeça planeja ideias inimagináveis até bem pouco tempo atrás. Jaime passou 14 anos preso, acusado de sequestro. Pintor, costureiro, pedreiro e cabeleireiro são algumas das profissões que ele aprendeu enquanto esteve no sistema prisional.

 

Quando passou pela Colônia Agrícola Major César Oliveira, que fica no município de Altos, unidade penal de regime semiaberto (a última de sua estadia no sistema), começou a cortar os cabelos de outros detentos. Enquanto isso, começava a amadurecer a ideia de abrir o próprio negócio, assim que deixasse a prisão. Dito e feito!

 

Jaime Vitório virou empreendedor, montou o próprio salão de beleza no bairro Vale do Gavião e acaba de inaugurar uma filial no bairro Planalto Uruguai. No evento, que aconteceu neste sábado (30), ele ainda fez um mimo para os já clientes e à potencial clientela: realizou uma manhã de cortes gratuitos para todos os que foram prestigiar o seu novo salão.

 

"Quando ganhei minha liberdade, passei por um período complicado. Encontrei muitas dificuldades, mas com coragem e persistência, hoje tenho cerca de 700 clientes certos", relata Jaime, acrescentando que sempre participou de todos os cursos que eram oferecidos nos presídios, "pois sonhava em ter meu próprio negócio e mudar de vida".

 

 

E os planos de Jaime Vitório não param por aí. Orgulhoso do sucesso que vem tendo, o empreendedor conta que pretende abrir, daqui a três meses, outra filial de seu salão de beleza no Planalto Uruguai. "Os cursos nos presídios me ajudaram a refletir sobre meus atos, sobre minha prisão e sobre meu futuro”, relata Jaime.

 

Acusação

Jaime é natural da cidade de Jatobá do Piauí. Ele cumpriu parte de sua pena em São Paulo, mas em 2014, já em regime semiaberto, conseguiu sua transferência para o Piauí. 

 

Fonte: Ascom Sejus 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.