Curta a nossa página
 
30/12 10h49 2018 Você está aqui: Home / Jatobá do Piauí Da Redação/Jatobá do Piauí Imprimir postagem

Jatobá do Piauí

Da Redação/Jatobá do Piauí

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Da Redação/Jatobá do Piauí - com Jatobá do Piauí

Eleitos juntos, vereador de Jatobá do Piauí sugere cassação de mandato de vice-prefeito

Vereador disse que o vice-prefeito ocupa o cargo de foma ilegal, uma vez que fere a Lei Orgânica do Município

O vereador de Jatobá do Piauí, Francisco Antonio de Oliveira “Branco Oliveira” (PTC) sugeriu a cassação do mandato do vice-prefeito Raimundo Nonato Gomes de Oliveira “Hilton Gomes (PTC). Os dois são do mesmo partido e se elegeram na coligação “Quando o povo quer a mudança vem”.

Branco usou a tribuna da câmara na última sessão, na terça-feira (26/12), para dizer que “na hora da campanha todo mundo diz que quer o melhor para Jatobá, mas quando passa a campanha só quer se dar bem, muda as propostas [...]”, se referindo ao vice-prefeito que, segundo ele, nunca se encaixou na gestão do prefeito Zé Carlos Bandeira (PT).

O vereador citou a Lei Orgânica do Município e seu parágrafo 1º, onde fala da extinção de mandatos, onde segundo ele, afirma que “é igualmente vedado ao prefeito e ao vice-prefeito desempenhar função em administração em qualquer empresa privada”. Branco disse que Hilton estaria ilegalmente no cargo de vice-prefeito, pois é dono de empresa e exerce o cargo de administrador.

“Eu vou começar a tratar ele do mesmo jeito que ele me trata. Teve uma reunião da educação e ele fez questão de ir, mesmo sem entender nada de educação, sendo semianalfabeto, mas ele foi se referir aos nobres vereadores de Jatobá” disse Branco, acrescentando que o vice-prefeito vive nas casas de parentes do parlamentar denegrindo sua imagem.

Branco Oliveira disse ainda que é perseguido pelo vice-prefeito Hilton e que este teria dito que o vereador seria preso e cassado. “Eu fiquei só ouvindo. Neste 2017 eu estava aprendendo a ser um político, porque eu não tinha noção, mas agora eu vou saber operar”, enfatizou.

Contatado pela redação do Em Foco, Branco Oliveira disse que apenas leu a lei orgânica e que não tem intensão de entrar com pedido de cassação do mandato do vice-prefeito, mas deixa claro que não impedirá a cassação do colega de partido, caso algum outro vereador se sinta no direito de fazer o pedido.

VEREADOR TAMBÉM OCUPA OUTRO CARGO

Questionado se exerce cargo público além do de vereador, Branco Oliveira afirmou que sim, mas disse que está amparado por uma lei federal, fato que não se aplicaria ao vice-prefeito Hilton Gomes. Questionado, a parlamentar não soube precisar por quantas horas semanais se dedica ao oficio de vereador, em virtude do outro cargo que ocupa em outro município, dizendo apenas que a função de vereador é feita 24 horas por dia.

O vice-prefeito de Jatobá, Hilton Gomes, também foi procurado para esclarecimentosmas, mas não atendeu nossas ligações. O espaço ficará aberto caso este queira posteriormente falar sobre o caso.


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.