Curta a nossa página
 
08/05 16h27 2016 Você está aqui: Home / Pensando a História Marcus Paixão mvpaixao@yahoo.com.br

Organizando a leitura de livros

O primeiro passo é descobrir quantas páginas vamos precisar ler e quantos dias temos para fazer a leitura.

A princípio este artigo tinha como público alvo meus alunos do Seminário Teológico Batista de Teresina (STBT). Depois, conversando com um amigo sobre o que abaixo descrevo, ele me sugeriu publicar o artigo porque seria de grande utilidade para outros leitores, inclusive de outros cursos. Concordei. 


Na maioria das minhas aulas naquela instituição e nas faculdades que já fui professor, sempre falamos muito sobre leitura. Creio que uma das funções do professor é despertar no aluno o interesse pela leitura. O professor deve ser um leitor assíduo, isso é básico, mas ele tem o importante papel de fazer dos seus alunos leitores profissionais (me permitam usar aqui essa expressão). E não apenas leitores, mas, sobretudo, leitores críticos, que sabem avaliar uma obra e compreende-la no tempo e no espaço em que estão inseridos, não importa quando o livro foi escrito e para quem ele foi escrito particularmente. A ponte interpretativa  e aplicativa precisa ser cruzada para os dias atuais. 


Na minha última aula no Seminário Batista, iniciamos falando sobre leitura novamente. Na verdade, dessa vez meus alunos iniciaram a discussão. Eu deixei como trabalho avaliativo a resenha de um livro de cerca de 700 páginas. Pedi que eles resenhassem cada capítulo separadamente. Alguns alunos estavam reclamando da falta de tempo e do volume do livro, afinal, 700 páginas constituem um conjunto considerável. Constatei que eles não eram organizados em suas leituras, ou seja, não tinham um plano de leitura. Assim, como a maioria das pessoas fazem, eles liam o livro de qualquer jeito, quando tinham algum tempo sobrando, mas sem se preocupar em como estavam lendo, apenas entendiam que estavam lendo, e isso lhes parecia suficiente. Estavam descobrindo, àquela altura do período, que a falta de planejamento na leitura iria lhes prejudicar. 


Naquela dia, antes da aula, eu havia passado em uma livraria e tinha comprado um livro do historiador Tony Judt, Quando os Fatos Mudam: ensaios 1995 - 2010. Objetiva, 2015. No momento da aula o livro estava sobre a minha mesa. Peguei o livro, verifiquei que ele tinha 440 páginas. Desconsiderando o índice remissivo, o número caia para 426. Sugeri a eles um plano de leitura bem organizado, e usei o livro que tinha nas mãos naquele momento para lhes explicar como fazer isso.

 

A aula de Teologia Bíblica do Antigo Testamento naquela noite começou como uma aula de Metodologia Científica, com um livro de História Contemporânea como exemplo de organização de leitura. Como fruto do meu próprio método de estudo, apresentei aos meus alunos meu plano e algumas alternativas de estudo e leitura de livros.

 

Plano 1 – Leitura programada pelo número de páginas


Esse modelo é um dos meus prediletos. O primeiro passo é descobrir quantas páginas vamos precisar ler (volume da obra) e quantos dias temos para fazer a leitura. Supondo que temos que fazer a leitura em 14 dias (2 semanas), a leitura do livro Quando os Fatos Mudam pode ser ajustada da seguinte maneira:


Início da leitura: 06/05/2016. Término da leitura: 19/05/2016 (14 dias). Em cada um dos 14 dias o leitor deve “consumir” 30 páginas, incluindo aqui os fins de semana. Sendo assim, no dia 06 (1 – 30); dia 07 (31 – 60); dia 08 (61 – 90); dia 09 (91 – 120); dia 10 (121 – 150); dia 11 (151 – 180); dia 12 (181 – 210); dia 13 (211 – 240); dia 14 (241 – 270); dia 15 (271 – 300); dia 16 (301 – 330); dia 17 (331 – 360); dia 18 (361 – 390); dia 19 (391 – 417). Pronto! A leitura foi concluída. 


Se o leitor observar, o primeiro e o último dia geralmente têm leituras menores. O primeiro dia, mesmo tendo o leitor que chegar até a página 30, passará por páginas em branco, pela ficha catalográfica, pela folha de rosto, agradecimentos, etc. A leitura só vai começar mesmo na página 11, que é a introdução do livro (essa leitura é fundamental para se entender o livro que segue). Assim, restam apenas 19 páginas no primeiro dia. No último dia a leitura também será menor. Será necessária a leitura de apenas 16 páginas, já que o livro se encerra na página 417, e o que segue a diante é apenas a lista de escritos de Tony Judt. Essa leitura só será necessária para uma eventual pesquisa sobre o autor ou se for extremamente necessária durante a leitura conhecer o conjunto de obras que o autor produziu em sua carreira. 


Para um plano como esse deve-se reservar em torno de 1h. 45m. ou 2h. diárias.


Plano de Leitura por número de páginas diárias
 

Dia 06

30

 

Dia 07

60

Dia 08

90

Dia 09

120

Dia 10

150

Dia 11

180

Dia 12

210

Dia 13

240

 

Dia 14

270

Dia 15

300

Dia 16

330

Dia 17

360

Dia 18

390

Dia 19

417


Plano 2 – Leitura programada por capítulos


Nesse modelo pode haver muitas variações, principalmente de tempo. As variações irão depender do volume do livro e da maneira como o livro está estruturado. Se os capítulos forem muito extensos, o leitor poderá se cansar e não completar o plano por indisposição ou mesmo por falta de tempo, desistindo da organização proposta. Esse modelo se aplica melhor a livros que tenham um variado número de capítulos e que o número de página por capítulo não ultrapasse 50 ou 60 páginas. Mais do que isso é melhor utilizar outro modelo. Se os capítulos forem longos, o melhor é realizar a leitura de apenas um capítulo por dia. Se forem muito curtos, é necessário ampliar a leitura mais três ou mais capítulos diários. 


Dependo de onde a leitura terminar em determinado dia, o leitor poderá reajustar o programa. Por exemplo: caso a leitura termine faltando uma ou duas páginas para concluir um capítulo ou sessão do livro, o melhor é terminar logo e iniciar a próxima leitura no início de um novo capítulo. Considerando ainda o livro do Tony Judt, o modelo que eu proponho se encaixaria da seguinte forma:


Início da leitura: 06/05/2016. Término da leitura: 19/05/2016 (14 dias). Em cada um dos 14 dias o leitor deve “consumir” 2 capítulos, incluindo aqui a leitura nos fins de semana:


Dia 06 (1 – 2 – até a página 62); dia 07 (3 – 4 – até a página 103); dia 08 (5 – 6 – até a página 137); dia 09 (7 – 8 – até a página 152); dia 10 (9 – 10 – até a página 172); dia 11 (11 – 12 – até a página 181); dia 12 (13 – 14 – até a página 211); dia 13 (15 – 16 – até a página 251); dia 14 (17 – 18 – até a página 189); dia 15 (19 – 20 – até a página 326); dia 16 (21 – 22 – até a página 346); dia 17 (23 - 24 – até a página 386); dia 18 (25 – 26 – até a página 403); dia 19 (27 – 28 – até a página 417). 


Tabela de Leitura por número de capítulos (2) diários

Dia 06

Cap. 1,2

Até p. 62

Total: 62

 

Dia 07

Cap. 3,4

Até p. 103

Total: 41

Dia 08

Cap. 5,6

Até p. 137

Total: 34

Dia 09

Cap. 7,8

Até p. 152

Total: 15

Dia 10

Cap. 9,10

Até p. 172

Total: 20

Dia 11

Cap. 11,12

Até p. 181

Total: 09

Dia 12

Cap. 13,14

Até p. 211

Total: 30

Dia 13

Cap. 15,16

Até p. 251

Total: 40

 

Dia 14

Cap. 17,18

Até p. 289

Total: 38

Dia 15

Cap. 19,20

Até p. 326

Total: 37

Dia 16

Cap. 21,22

Até p. 346

Total: 20

Dia 17

Cap. 23,24

Até p. 386

Total: 40

Dia 15

Cap. 25,26

Até p. 403

Total: 17

Dia 15

Cap. 27,28

Até p. 417

Total: 14

 


Plano 3 – Leitura programada por tempo


Um terceiro modelo seria a simples reserva de tempo para leitura. Assim, você não estaria preso a um cronograma com uma data marcada para terminar a leitura. Você observaria apenas o tempo de leitura diária, reservando, por exemplo, 2 horas de leitura todos os dias, ou reservando uma quantidade de tempo específica para cada dia em particular, dependendo do seu próprio calendário de atividades. Dessa forma, se você tem 3 horas no domingo, 2 horas na segunda, 1 hora na terça, 2 horas na quarta, 1,5 horas na quinta, 1,5 horas na sexta e 2 horas no sábado, você terá lido ao fim da semana um total de 13 horas, isso equivale mais ou menos a 200 ou 230 páginas por semana, considerando que você não é um principiante em leitura. Se for um principiante considere a metade disso ou até menos. 


Esse tipo de planejamento se enquadra perfeitamente para quem tem uma rotina de muitas atividades e não consegue reserva um horário exato todos os dias 

 

Tabela de Leitura por reserva variada de tempo diário

 

Dia 06

Sexta

1,5h

 

Dia 07

Sábado

2h

Dia 08

Domingo

3h

Dia 09

Segunda

2h

Dia 10

Terça

1h

Dia 11

Quarta

2h

Dia 12

Quinta

1,5

Dia 13

Sexta

1,5h

 

Dia 14

Sábado

2h

Dia 15

Domingo

3h

Dia 16

Segunda

2h

Dia 17

Terça

1h

Dia 18

Quarta

2h

Dia 19

Quinta

1,5


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.