Curta a nossa página
 
10/09 16h14 2015 Você está aqui: Home / Cidades Por Weslley Paz Imprimir postagem

Sessão solene proposta por campo-maiorense lembra o Dia Estadual da Consciência Negra

“Criar uma lei de promoção da igualdade racial é fácil, difícil é mudar uma mentalidade cultural”, ressaltou o deputado Aluísio Martins

O deputado estadual, Aluísio Martins, propôs e a Assembleia Legislativa realizou, nessa quarta-feira, dia 09, uma sessão solene para homenagear o Dia Estadual da Consciência Negra e o Combate ao Racismo. O evento contou com a participação de representantes de 14 entidades e organizações ligadas às lutas pela igualdade racial e os movimentos negros.

 

A sessão foi realizada no plenário da Assembleia Legislativa do Piauí e o tom dos pronunciamentos das personalidades presentes foi de que já existe uma legislação satisfatória, mas é preciso uma mudança cultural para que diminua o racismo na sociedade.

 

O deputado Aluísio Martins, ao usar a tribuna, disse que a sociedade ainda é intolerante, apensar dos avanços normativos que combatem o racismo. “Criar uma lei de promoção da igualdade racial é fácil, difícil é mudar uma mentalidade cultural”, ressaltou o deputado.

 

Para Aluísio Martins é preciso que os órgãos de governo e as entidades organizadas promovam ainda mais politicas de igualdade racial para combater a discriminação. “É preciso cada vez mais políticas de Estado para combater essa praga do racismo em nossa sociedade”, declara Aluísio.

 

Participaram da sessão o secretário de Justiça, Daniel Oliveira; o presidente do Conselho Estadual de Política e Promoção da Igualdade Racial, Francisco Antônio; da vereadora de Teresina, Rosário Bezerra;  a coordenadora Estadual da Promoção da Igualdade Racial, Assunção Aguiar; a delegada de Polícia Civil, Vilma Alves; a assessora da Superintendência de Relações Sociais do Governo do Estado, Sônia Terra; a diretora dos Direitos Humanos da SASC, Conceição Silva; a coordenadora nacional do Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira (Cenarab), Makota Celinha Gonçalves; e a defensora geral do Estado Hildete Evangelista.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.