Curta a nossa página
 
20/02 16h43 2017 Você está aqui: Home / Mundo Por Otávio Neto Imprimir postagem

Jornal diz que família de Trump gastou dinheiro público em viagem

O valor: cerca de 3 milhões de dólares (9,3 milhões de reais) por fim de semana presidencial fora da Casa Branca.

Donald Trump subiu no helicóptero Marine One, que na sexta-feira o esperava no jardim da Casa Branca, de mãos dadas com dois de seus netos, os filhos mais velhos de sua filha Ivanka. Ela e o marido, o assessor presidencial Jared Kushner, seguiam o presidente alguns passos atrás. O helicóptero os levou, como de costume, até a base aérea de Andrews, onde embarcaram no avião Air Force One.

 

A primeira escala era Charleston, na Carolina do Sul, para uma visita oficial à empresa Boeing. Mas o destino final da jornada era, uma vez mais, West Palm Beach, Flórida, onde se localiza Mar-a-Lago, aresidência de luxo dos Trumps. Viagens que não saem de graça e que entram na conta dos contribuintes.

 

O valor: cerca de 3 milhões de dólares (9,3 milhões de reais) por fim de semana presidencial fora da Casa Branca.O presidente republicano gosta de chamar sua residência da Flórida de “Casa Branca de Inverno”. Ou, como disse sábado passado no Twitter, “Casa Branca do Sul”. Ali passará de novo este fim de semana. Já são três consecutivos, dos cinco que transcorreram desde que assumiu o cargo, em 20 de janeiro. E, pelo que o próprio mandatário disse, parece que não serão os últimos.

 

É comum os presidentes descansarem de vez em quando. Inclusive durante longas temporadas. “Os presidentes não têm férias. Só têm uma mudança de cenário”, disse certa vez Nancy Reagan, defendendo as frequentes viagens de seu marido, Ronald, ao rancho da Califórnia, que ficava muito mais longe de Washington que a Flórida, privilegiada pelo novo ocupante da Casa Branca. George W. Bush também foi criticado pelas longas férias que tirava em seu rancho em Crawford, Texas. Como ambos, Trump também mistura trabalho – sábado realizou um ato político e depois se reuniu com candidatos a diretores da Agência Nacional de Segurança (NSA) – com prazer em seu retiro mais ao sul.

 

A diferença é que Trump afirmou, antes da assumir a presidência, que sairia muito pouco da Casa Branca porque tinha “muito a fazer”. Além disso, durante a campanha, e inclusive bem antes de dar o salto à política, uma das suas críticas favoritas ao seu antecessor, o democrata Barack Obama, era o gasto provocado, segundo ele, pelas férias de verão e pelo Natal, assim como as saídas de Obama para jogar golfe – mesmo esporte que Trump praticou no fim de semana em Mar-a-Lago com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.“Barack Obama, habitualmente em férias, está agora no Havaí. Essas férias custam 4 milhões de dólares aos contribuintes, enquanto há 20% de desemprego”, Disse Trump no Twitter em dezembro de 2011. Em agosto daquele ano, ele também criticou a família presidencial por viajar separadamente ao lugar costumeiro de férias, Martha’s Vineyard, acusando-a de “gastar de forma extravagante o dinheiro dos contribuintes”.

 

Fonte: El País


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.