Facebook
  RSS
  Whatsapp

  14:22

Condenada por torturar e espancar a própria filha de 1 ano é presa 10 anos após o crime no Piauí

 

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Diretoria de Operações Policiais (DEOP), prendeu na manhã desta quarta-feira (10) uma mulher, identificada como Maria dos Milagres Sousa da Conceição, de 35 anos, no bairro Cidade Jardim, em Teresina. 

Ela possuía sentença condenatória pelo crime de tortura cometido em 2013 contra a filha de um ano e 3 meses. Na época do crime, Maria tinha outra filha, de 4 anos, que denunciou as agressões para o pai.

“No ano de 2013 o pai das duas crianças foi pegar as crianças e percebeu que a mais nova estava com os braços inchados e um hematoma no olho direito. A outra filha teria relatado que tinha sido a mãe que tinha batido”, afirma o delegado Tales Gomes. 

Após a denúncia, o pai das crianças procurou a Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente que instaurou o procedimento. As oitivas do caso foram realizadas e o processo resultou em uma sentença condenatória de 5 anos e 4 meses de reclusão pelo crime de tortura mediante lesão corporal de natureza grave ou gravíssima. 

De acordo com o delegado Tales Gomes, no momento da prisão, Maria dos Milagres se mostrou surpresa e alegou que na época do crime chegou a ficar presa por um mês. 

“Quando anunciamos que estávamos ali para cumprir o mandado de prisão ela questionou o que estava acontecendo e foi quando nós mencionamos essa ocorrência e ela insistiu que não sabia porque estava sendo condenada, porque na época teria passado um mês pesa. Só que a pena é maior que cinco anos e agora ela vai ser devidamente encaminhada ao sistema prisional”, encerra o delegado.

Após a prisão a mulher foi encaminhada à delegacia e agora fica à disposição do sistema judiciário para cumprimento da pena.

Fonte: Cidade Verde

Mais de Polícia