Facebook
  RSS
  Whatsapp

  15:03

Estudantes de Boa Hora representão o Piauí na final da Olimpíada Brasileira do Saber em São Paulo

 

Estudantes da Rede Estadual de Ensino do município de Boa Hora estão representando o Piauí na fase final da Olimpíada Brasileira do Saber (OBS) em Brotas, interior de São Paulo. O evento teve início nesta segunda-feira (1º), no Hotel Fazenda Peralta, e encerra no dia 5 de julho (sexta-feira).

A equipe piauiense é composta por quatro estudantes do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Pedro Coelho de Resende, são eles os medalhistas de bronze Gustavo Lima Resende, Leila Sales da Silva e Luís Fernando de Oliveira Leite, além de Arthur Sousa Santos, que recebeu menção honrosa. Eles embarcaram para São Paulo com a responsabilidade de representar seus colegas e seu estado.

Nas duas primeiras fases da competição, os alunos realizaram provas objetivas abrangendo conhecimentos em Matemática, Ciências da Natureza, Atualidades, Língua Inglesa e Informática. A escola inscreveu 168 alunos, dos quais 47 avançaram para a segunda fase, resultando em três medalhas de bronze e treze menções honrosas.

A diretora do Ceti Pedro Coelho de Resende destacou a importância do resultado alcançado. “O desempenho dos nossos alunos na Olimpíada Brasileira do Saber revela seu protagonismo no processo de ensino e aprendizagem. Estamos confiantes de que nossos estudantes darão o melhor na fase final”, afirmou.

Arthur Sousa Santos, um dos finalistas, compartilhou detalhes sobre o projeto que será apresentado na última fase. “Estamos levando um protótipo de barco robótico desenvolvido na escola, que será utilizado em provas na piscina. Além disso, participaremos de quizzes, redação com proposta de intervenção e outras provas. Estamos muito animados”, disse Arthur.

A OBS é uma competição científica que envolve estudantes de escolas públicas e particulares de todo o Brasil, desde o 9º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. Os participantes devem demonstrar habilidades analíticas e interpretativas em diversas disciplinas, superando desafios em línguas estrangeira e pátria.

A competição é dividida em três etapas: duas provas competitivas e uma prova cooperativa presencial. Os estudantes participam de atividades práticas e teóricas que promovem o aprimoramento do raciocínio lógico-matemático, argumentação, desafios, debate, robótica e criatividade.

Para o secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, as olimpíadas do conhecimento são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais e valores como disciplina e trabalho em equipe. “Nosso papel é continuar incentivando a participação dos estudantes Seduc nas diversas olimpíadas do conhecimento. Por isso, criamos o projeto Seduc Olímpica, que fortalece o acompanhamento sistemático das inscrições e a preparação dos alunos em todas as etapas dos torneios”, destacou.

Mais de Boa Hora - PI