Facebook
  RSS
  Whatsapp

  19:36

Prefeitura já apurava denúncias contra motorista de ônibus escolar que tombou em José de Freitas (PI)

 

A conduta ao volante do motorista que dirigia o ônibus escolar que tombou transportando 32 crianças e adolescentes já havia sido denunciada para a Prefeitura de José de Freitas, e estava sendo apurada, segundo o vice-prefeito da cidade, Antônio Abreu.

"As denúncias que chegaram estavam sendo apuradas. A gente também não esperava por isso [o acidente]", disse Antônio Abreu.

Uma adolescente morreu e 28 estudantes e um monitor ficaram feridos. 21 crianças deram entrada ontem no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 15 delas receberam alta ainda nesta quinta-feira (14), e outras três deixaram o hospital nesta sexta (15). As últimas três que permanecem internadas sofreram fraturas, mas estão estáveis e não precisam de novas cirurgias.

Ainda segundo o vice-prefeito, 20 ônibus escolares da frota de José de Freitas eram novos e começaram a ser usados em 2023.

As causas do acidente são investigadas pela Polícia Civil. O motorista se apresentou à delegacia ainda nessa quinta-feira (14).

O prefeito de José de Freitas, Roger Linhares, afirmou que os motoristas passaram por capacitações para fazer o transporte de crianças.

"Nossos motoristas são contratados por teste, recebem capacitação, curso de direção defensiva, de transporte de alunos, manutenção de tacógrafo... Antão, no nosso entendimento, estavam aptos a fazer esse transporte. Mas infelizmente a gente se deparou com esse acidente, com essa notícia de que provavelmente o motorista estava em alta velocidade", comentou o prefeito.

LEIA MAIS - Ônibus Escolar tomba com 25 estudantes e deixa uma vítima fatal em José de Freitas

Cinco ainda hospitalizados

Cinco estudantes sofreram traumatismo craniano, segundo a direção do Hospital Nossa Senhora do Livramento, em José de Freitas. Uma adolescente morreu e 28 estudantes e um monitor ficaram feridos.

De acordo com a Prefeitura de José de Freitas, 32 crianças e adolescentes, com idades entre 12 a 16 anos, estavam no ônibus no momento do tombamento. O veículo estava a caminho da Escola Municipal José Amado De Oliveira, na zona rural, quando tombou.

"Os demais estudantes ficaram em observação em José de Freitas, foram medicados e liberados. Duas pacientes com quadro leve ficaram no Hospital Nossa Senhora do Livramento. Dos pacientes transferidos, a maioria teve fratura na clavícula, mas tivemos cinco que sofreram traumatismo craniano", informou a diretora Lais Noleto.

Dos pacientes atendidos no HUT, nove foram liberados e um apresentou indicação cirúrgica de emergência. Os demais apresentam escoriações e fraturas ortopédicas, nenhuma exposta, e seguem em acompanhamento.

Adolescente morre após tombamento de ônibus escolar em José de Freitas — Foto: Divulgação

 

Polícia investiga causa do tombamento

A Polícia Civil investiga as causas do tombamento do ônibus escolar. Ao g1, o delegado André Moreno confirmou que boletim de ocorrência foi registrado e o motorista do ônibus se apresentou na delegacia.

"Por ser crime culposo e pela apresentação espontânea não cabia a prisão em flagrante. A perícia foi acionada, vamos ouvir todos os envolvidos e apurar o que aconteceu para saber se houve crime de fato ou foi apenas um acidente", informou.

Em nota, a Prefeitura de José de Freitas lamentou o acidente e informou que vai tomar todas as providências para garantir a apuração criteriosa dos fatos e a devida responsabilização dos eventuais responsáveis. 

Nota da Prefeitura de José de Freitas

A Prefeitura Municipal de José de Freitas lamenta profundamente o acidente ocorrido com um ônibus escolar na tarde desta quinta feira, em uma estrada da zona rural do município.

Neste momento, toda a equipe da Prefeitura está voltada para dar suporte às vítimas e às famílias, com a transferência dos feridos que estão no Hospital Nossa Senhora do Livramento para o HUT, em Teresina.

O ônibus era novo e o motorista contratado por meio de teste seletivo. Nesse momento, a prioridade é cuidar dos feridos e das famílias atingidas.

A Prefeitura garante ainda que vai tomar todas as providências para garantir a apuração criteriosa dos fatos e a devida responsabilização dos eventuais responsáveis.

Fonte/Créditos: g1

Mais de José de Freitas