Curta a nossa página
 
25/05 00h17 2020 Você está aqui: Home / Mundo Imprimir postagem

O Que É Cyberbullying e Como Podemos Proteger Nosso Filhos?

Saiba como proteger seu filho dos conteúdos que ele pode acessar na internet

O cyberbullying é uma prática em que um indivíduo, ou grupo, usa a Internet para ridicularizar, assediar ou prejudicar outra pessoa. O dano social e emocional infligido por acaba passando para o mundo real da vítima. Essa prática é considerada uma ofensa processável em algumas jurisdições, mas uma abordagem legal globalmente uniforme ainda não foi estabelecida.

Os cyberbullies usam mídias sociais e smartphones para assediar vítimas de áreas remotas ou locais. O bullying tradicional geralmente para quando a vítima retorna à segurança de sua casa, mas o cyberbullying é um processo contínuo mantido por e-mail, mensagens de texto, posts em fóruns / blogs e outros veículos de comunicação. Mesmo que as vítimas alterem as configurações de perfil e evitem determinados sites, os cyberbullies podem continuar com facilidade seus ataques.

 

ACEITE A VIDA ONLINE DO SEU FILHO

Muitos adultos distinguem claramente entre suas vidas online e offline, mas os jovens raramente conseguem fazer essas distinções. Os jovens socializam cada vez mais online, porque os pais de hoje restringem sua capacidade de socializar offline muito mais do que no passado. Os adolescentes ainda querem passar um tempo com os amigos, mas como muitas vezes não têm permissão para sair, a socialização mudou para a Internet.

Se uma criança foi vítima de cyberbullying, retirar seu acesso à tecnologia - mesmo como uma precaução de segurança bem-intencionada - pode vitimizá-la ainda mais e reduzir sua probabilidade de informar os adultos sobre futuros incidentes.

 

DEFINA REGRAS PARA INTERAÇÃO ONLINE

Aceitar a tecnologia não significa ignorá-la. Cerca de um em cada oito pais não estabelece regras sobre o que seus filhos fazem online. No entanto, estabelecer regras sobre quando as crianças podem entrar online e o que elas podem ou não fazer, é uma das maneiras mais simples e eficazes de prevenir o cyberbullying. As crianças também são menos propensas a intimidar outras pessoas quando acreditam que seus pais provavelmente as punirão por esse comportamento. Como ver sms de outro celular?

 

ENSINE RESPEITO E RESPONSABILIDADE ONLINE

Os pais devem ensinar seus filhos a se comportar online, assim como ensinam no mundo real. Na internet, isso é conhecido como "netiqueta" e reduz o envolvimento dos jovens no cyberbullying. Comportar-se com responsabilidade online é uma habilidade que precisa ser ensinada. Uma analogia popular compara as abordagens da sociedade para apresentar aos jovens duas máquinas poderosas: veículos e internet.

Antes de os adolescentes poderem dirigir, eles precisam seguir uma série de etapas que incluem muito aprendizado e prática sob supervisão rigorosa. E, no entanto, quando as crianças começam a usar a tecnologia, costumamos dizer a elas para “serem inteligentes” e esperar o melhor.

Pode ser difícil para muitos pais acompanhar as tendências da tecnologia - aplicativos populares e sites de redes sociais vêm e vão rapidamente. Mas, em vez de serem vistos como um obstáculo, os pais podem adotar essas inovações como uma oportunidade para seus filhos ensinarem sobre seus aplicativos e sites favoritos.

 

MONITORE AS ATIVIDADES ONLINE

Os pais estão acostumados a perguntar aos filhos para onde estão indo, com quem estarão e a que horas voltam para casa. Menos perguntas são feitas online: Quais sites você está visitando? Com quem você está falando? O que você está fazendo online? Esse tipo de mediação dos pais reduz muito a probabilidade de as crianças serem vítimas de cyberbullying. Usar controles internos dos pais e recursos de segurança também pode ser útil. À medida que a tecnologia se torna mais portátil, as práticas recomendadas, como manter computadores em áreas de alto tráfego doméstico, tornam-se mais difíceis. Como resultado, o monitoramento ativo dos pais está se tornando cada vez mais importante.

 

PROTEGENDO SEU FILHO COM APLICATIVOS ESPIÕES

Por isso, para proteger você e seu filho, fizemos uma lista de com os 5 melhores aplicativos móveis e softwares de monitoramento social para evitar o cyberbullying em computadores, telefones celulares e outros dispositivos eletrônicos.


Mobicip: Esse aplicativo ganhou o Prêmio de Honra de Prata dos Pais de 2010 por melhor aplicativo móvel para crianças. Ele inclui uma ampla variedade de controle dos pais, incluindo bloqueio de categoria, prazos, relatórios de atividades na Internet, frases bloqueadas e filtragem do YouTube. Existem três níveis de restrição: O nível da escola primária bloqueia o conteúdo de redes sociais, jogos, compras, entretenimento, roupas e notícias. O nível do ensino médio bloqueia sites de compras, jogos de azar, namoro, bebidas e bate-papo online. O nível do ensino médio bloqueia sites adultos, sexuais, armas, violência, vírus e hackers.

 

NearParent: Ele permite que as famílias construam uma rede confiável de adultos que podem ajudar as crianças quando elas precisam. O aplicativo tem três visualizações - "infantil", "alerta" e "auxiliar". Na "visão infantil", uma criança que requer assistência clica no botão "alerta pequeno" ou "alerta urgente" no aplicativo, que notifica os adultos em sua rede de que a ajuda é necessária. A "visão de alerta" revela o ajudante adulto que prestará assistência e a "visão do ajudante" revela os locais da criança e do ajudante para determinar a que distância estão um do outro.

 

Safe Eyes: Controle o uso da Internet do seu filho enquanto ele estiver no iPhone, bloqueando sites questionáveis. Este aplicativo possui filtragem do YouTube e bloqueio do media player. Você também pode personalizá-lo escolhendo entre 35 categorias diferentes (por exemplo, nudez, palavrões etc.) para bloquear ou permitir conteúdo.

 

SafetyWeb: Com esse software, você acompanha a atividade do seu filho em sites e redes sociais e monitore mensagens de texto instantâneas. Com ele, os pais podem receber um relatório de amostra grátis depois de digitar o endereço de e-mail de uma criança no site do produto para ver o que aparece em uma pesquisa na Internet. O site oferece uma garantia de devolução do dinheiro e os assinantes têm acesso gratuito à versão móvel.

 

SocialShield: Fundada por dois homens que ouviram a filha de seu amigo receber atenção indesejada de um adulto do sexo masculino no Facebook, o software monitora redes sociais (Facebook, MySpace, Twitter) para proteger uma criança. Ele pode ser acessado em qualquer lugar via computador e telefone. Os relatórios fornecem uma pontuação de segurança em uma escala de 1 a 10 (10 é a mais segura), determinada por palavras de ordem em postagens e discussões, fotos, vídeos e amigos.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados