Curta a nossa página
 
02/07 11h35 2020 Você está aqui: Home / Juazeiro do Piauí Redação/Castelo do PI Imprimir postagem

Juazeiro do Piauí

Redação/Castelo do PI

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Redação/Castelo do PI - com Juazeiro do Piauí

Juazeiro e Castelo do Piauí compartilham experiências de combate à Covid-19 no SUS

Apenas 5 municípios do Piauí se escreveram na “APS Forte no SUS – no combate à pandemia”, um intercâmbio de Experiências criado pelo Ministério da Saúde, em parceria com Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), para projetos de Atenção Básica de combate a Covid-19. Teresina, Castelo do Piauí, Juazeiro do Piauí José de Freitas e Pio IX enviaram seus projetos.

Castelo o Piauí desenvolveu a linha temática “Ações de Vigilância em Saúde para a pandemia a partir da APS, especificamente no monitoramento dos contatos de sintomáticos e dos casos confirmados de Covid-19”.

José de Freitas “Uso de tecnologia de informação e comunicação, como telefone, teleatendimento, whatsapp, teleconsulta, telemonitoramento etc. para ações de comunicação, atendimento, monitoramento e prevenção a partir das equipes da APS”.

Juazeiro do Piauí “Ações de educação permanente das equipes da APS, ações de educação em saúde e comunicação para a população da área de abrangência e/ou municipal”.

Caso sejam aprovadas pelo Ministério da Saúde, as experiências aprovadas nesta fase passarão a integrar as atividades promovidas pelo Ministério da Saúde e Opas, como forma de reconhecimento e validação do trabalho realizado.

Após a conclusão da primeira etapa, todas as experiências inscritas e selecionadas serão automaticamente habilitadas para a segunda etapa. Será estabelecido um cronograma para avaliação e premiação de iniciativas relatadas, seguindo os moldes do que foi desenvolvido na edição de 2019 do Prêmio APS Forte para o SUS. A Opas e o Ministério da Saúde publicarão edital específico para a segunda etapa, em data oportuna.       

PREMIAÇÃO

Todos os trabalhos inscritos e que respeitaram as temáticas serão mencionados em uma publicação da OPAS sobre o tema e os autores dos três melhores trabalhos serão premiados com uma viagem de estudo para conhecer uma experiência de organização de rede de atenção básica a ser definida pela Opas/OMS e pelo Ministério             da Saúde.

MELHORES PROJETOS NÃO FORAM ESCOLHIDOS AINDA

Os melhores projetos ainda não foram selecionados. Ou seja, nenhum dos quatro municípios piauiense foi escolhido como exemplos de gestão que desenvolveu algo de destaque no combate ao novo coronavírus. O que eles fizeram, por enquanto, foi encaminhar projetos de suas experiências rotineiras.

No caso de Juazeiro, o projeto fala sobre as barreiras sanitárias feiras com profissionais de saúde e da Polícia Militar, com funcionamento em escalas semanais, orientando à população em pontos de aglomeração, estabelecimentos e por meio de visitas peri domiciliar; distribuição de folder e máscaras; auxilia na busca ativa de casos suspeitos, atenção a entrada de motoristas e transportes para carregamento demandado pelas indústrias de extração de pedras e, em fiscalizações na modalidade volante diuturnamente nas ruas da cidade.

Já o município de Castelo do Piauí mostrou experiência na recepção de pessoas feita pela Vigilância Sanitária, equipe de enfermagem e de apoio. Essas pessoas recém-chegadas de outros estados, foram levadas para um prédio de uma unidade escolar, na qual foi adaptada para acolher e proporcionar os 7 dias de isolamento, algo rotineiro em quase todos os município.

José de Freitas apresentou o projeto do uso da telessaúde com o intuito de promover educação em saúde por meio de orientações online. Primeiramente, o projeto foi divulgado para os profissionais das Unidades Básicas de Saúde de abrangência da Residência, para assim fazer a busca ativa das gestantes através dos Agentes Comunitários de Saúde. Após essa busca as gestantes foram contactadas e foi explicado o objetivo do projeto. Posteriormente ao aceite para participar do grupo de WhatsApp foi enviado um link que as direcionou para o preenchimento de um formulário elaborado pelas residentes através do Google Formulário, constando dados do perfil dessas gestantes e ao fim elas puderam sugerir orientações que gostariam de receber, para que assim as fisioterapeutas pudessem elaborar as atividades. Após a criação do grupo foi disponibilizado horários para que as fisioterapeutas pudessem enviar materiais educativos e ficar de plantão para tirar dúvidas.

Teresina registrou 8 trabalhos. As demais cidades registraram apenas um, cada.


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.