Curta a nossa página
 
07/06 12h38 2018 Você está aqui: Home / Paragrafando Helder Felipe heldercm1@live.com

OPINIÃO - É verdade que acabaram com os Festejos de Campo Maior?

Blog de Helder Felipe

A cidade de Campo Maior-PI vive em clima de alegria desde o dia 31, data em que teve início os Festejos de Santo Antônio, um dos maiores eventos religiosos do estado. Uma festa onde a religiosidade se apresenta como um elemento bastante presente na vida deste povo.

Porém, comenta-se muito nas redes sociais e através de matérias jornalísticas de que o evento foi mal planejado e de que está deixando a desejar. As reclamações variam: Falta de bandas de projeção nacional, falta de água nas barracas, shows cancelados, banheiros químicos sem higiene, preço abusivo cobrado pelo Parque de diversão.. E por aí vai! Há quem diga: “Já foi o tempo em que Campo Maior teve festejos”.

Eu definitivamente discordo dessas pessoas. O sentido profundo da festa é apenas um: Louvar o grande cristão que foi Santo Antônio.  E isso está sendo muito bem feito. Para atestar isso, basta participar todas as noites da Trezena, dos terços, das Missas e lembrar da procissão que marcou o início da festa, que reuniu mais de 20 mil pessoas. Isso tudo sem falar nas milhares de pessoas que acompanham o trabalho da Pastoral da Comunicação e a cobertura de portais, rádios e outros meios de Comunicação.

Dizer que a festa acabou é ignorar a fé dos devotos, afinal os festejos não se resumem as atrações musicais ou barracas. Agora sim, observando estes primeiros 7 dias dos festejos, houve uma redução no movimento de turistas e campo-maiorenses. Quais seriam os motivos? Asseguro que são vários! Vão desde o momento de recessão e perda de direitos, que enfrentamos, até os elevados preços da gasolina, da cerveja e da culinária.

Agora, comparando este festejo com o do ano passado, podemos perceber que em 2017 houve uma maior empenho em divulgar uma programação completa das atrações, contando até mesmo com um lançamento realizado no auditório da Secretária de Educação Municipal, organizado pela Prefeitura. Neste ano ninguém sabia muito bem as atrações.  Enquanto a prefeitura traz grandes nomes como Zeca Baleiro, RPM, Paula Fernandes, Humberto Gessinguer e Jonas Esticado para o Sabor Maior, evento gastronômico do município, falta atrações de repercussão nacional nas noite dos Festejos.

Na minha opinião, os Festejos de Santo Antônio levam a cultura de Campo Maior e do Piauí muito mais longe do que o Sabor Maior, e isso precisa ser compreendido pela gestão municipal e pelo Governo do Estado. Não estou dizendo que um deve ser priorizado em relação ao outro, mas os dois devem ter o mesmo empenho e atenção. O festejo envolve tudo o que a cidade tem de bom: culinária, cultura, fé, turismo religioso e confraternizações. Isso não podemos esquecer!

Acabaram com os festejos? Claro que não! Nunca acabarão com as nossas raízes!

 

 

Por Helder Felipe

 

Instagram: @helderfelipec

Facebook: @heldercm1

E-Mail: heldercm1@live.com .


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.