Curta a nossa página
 
08/04 22h26 2017 Você está aqui: Home / Blog da Ana Ana Maria Cunha campomaioremfoco@hotmail.com

JEITINHO DE CUSPIR

Você já descobriu o seu?

Há cinco anos atrás, eu trabalhei ao lado de dois amigos queridos. Tempo  bom, de parcerias saudáveis e convivência  harmoniosa e animadora. Uma coisa que marcou muito nossos dias foi a forma carinhosa com a qual nos tratávamos, todos os dias, de segunda a segunda. Eles eram bem humorados e, mesmo na dificuldade, estavam sempre dizendo “brincadeiras” entre si. Um se dizia O BONITO e outro, O RICO; e diziam que eu  era uma mulher privilegiada de ter ao meu lado dois homens super interessantes, um rico e outro bonito.  Demos muitas e  boas gargalhadas juntos.

 

Hoje, olhando para trás eu vejo que eles não eram nem belos, e nem ricos, mas tinham a maior beleza, a qual não há riqueza que pague:  o bom humor.

 

Vejo ainda, numa análise mais demorada que, algumas pessoas realmente chamam  a atenção por serem bonitas. Outras por terem dinheiro, outras por terem bom humor, ou sabedoria, ou inteligência, ou delicadeza, ou simpatia. Ou ao contrário, por serem antipáticas, mal humoradas, grosseiras, e outras coisas que prefiro nem falar, pois não gosto de falar de coisas ruins...

 

Cada pessoa tem seu jeitinho especial de ser. Eu costumo dizer  que  cada um tem  “seu jeitinho  de cuspir...”

 

Essa história de jeito de cuspir que eu sempre falo, deve-se ao seguinte episódio: Havia,certa vez, um jovem rico, bonito, inteligente e bom caráter, que um dia chegou na casa dos pais, casado com uma moça feia de cara e de corpo, que ao sorrir parece até que estava chorando. Por aí se vê que era muito feia. O pai do rapaz o chama de lado e diz:” _ Meu filho, eu aceito a minha nora, você já casou mesmo, e eu vejo que você está apaixonado. Mas me diga, o que fez você casar com essa moça tão feia, tão desajeitada, sendo você jovem, bem parecido, rico...Você podia escolher a moça que quisesse! O que você viu nessa moça meu filho?”  Ao que o  jovem respondeu com os olhos brilhando de paixão: "_ Foi o jeitinho dela cuspir! Você já viu pai, o jeito que ela cospe?”

 

Ou seja, cada pessoa tem o seu poder pessoal de atração,(ou de repulsão). O jeito próprio de encantar, o seu jeitinho de cuspir!

 

Procure ser bom em alguma coisa boa, procure descobrir o que você tem de interessante que pode atrair as pessoas. Cada pessoa é única e tem a sua forma especial e única de ser, descubra a sua, e seja o melhor que puder. Dê o melhor de si!

 

A melhor forma de descobrir é perguntar-se a si mesmo como é que você quer ser lembrado pelas pessoas... 

 

Descubra seu potencial e mãos à obra! 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.