Curta a nossa página
 
05/01 17h34 2017 Você está aqui: Home / Política Por Weslley Paz Imprimir postagem

Antônio Félix e PSD se reúnem hoje com Wellington Dias (PT) para decidirem maior participação no governo

Para se salvar politicamente, o anti-petista Antônio Félix tenta desembarcar no governo petista

Hoje os deputados do PSD irão se reunir com o Governador Wellington Dias (PT) para tratar de cargos no governo e reivindicar vaga na chapa majoritária de 2018. Entre os parlamentares está o campo-maiorense e adversário ferrenho do PT, Antônio Félix.

 

O anti-petista visa tentar se segurar na Assembleia Legislativa do Piauí já que não conseguiu se eleger deputado estadual. Antônio Félix é apenas suplente de deputado, mas ocupa o cargo graças uma articulação do seu padrinho político, Themistocles Filho, que conseguiu fazer com que Wellington Dias tirasse Gessivaldo Isaias para uma secretaria abrindo espaço para o campo-maiorense, mesmo sendo adversário.

 

Antônio Félix tem mantido uma postura camuflada na assembleia, onde vota em todos os projetos do governo, mas faz política contraria nos municípios onde atua atacando, principalmente, o partido do governador.

 

CARGOS PARA SEU IRMÃO

 

De acordo com informações de bastidores, Antônio Félix irá brigar para se manter na Alepi, mas também irá reivindicar um cargo para seu irmão, que foi derrotado na disputa municipal em Campo Maior e está desempregado. Antônio deve pedir que Wellington Dias indique João Félix para a Ceasa, órgão que ele dirigiu durante o governo de Zé Filho.

Foto da posse de João Félix quando assumiu a Ceasa na gestão de Zé Filho

 

COLIGAÇÃO

 

Antônio Félix tem vivido um verdadeiro inferno astral nos últimos anos de sua carreira política. Não conseguiu sua reeleição, o governador que apoiava (Zé Filho) não se elegeu, perdeu a eleição municipal em Campo Maior e Jatobá do Piauí onde seu irmão (João Félix) disputava em Campo Maior e seu primo (Dalberto Rocha) disputava em Jatobá. Fora isso ainda perdeu o apoio de Oscar Bandeira em Sigefredo Pacheco e corre o risco de não ter apoio dos prefeitos de São João da Serra e Juazeiro do Piauí, visto o compromisso dos grupos políticos ao qual eles compõem já ter compromisso.

Se Antônio Félix desembarcar no governo petista, deverá caminhar junto com Paulo Martins e Aluísio Martins, atuais adversários políticos

 

Isso culmina na dificuldade de Antônio Félix não ter mais capital político para disputar novamente o cargo e sofre uma tensão maior que é a preocupação com a formação de uma coligação que seja favorável a sua eleição, já que a oposição no Piauí está totalmente fragilizada. A única saída encontrada por ele é desembarcar no governo petista e se misturar com Paulo Martins e Aluísio Martins para tentar se salvar politicamente.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados