Curta a nossa página
 
18/09 21h34 2016 Você está aqui: Home / Cidades Da Redação. campomaioremfoco@hotmail.com Imprimir postagem

Acusado de matar a esposa, morador de Cocal de Telha morre em acidente de moto

Um acidente de moto por volta das 13:00hs deste domingo (18/09) vitimou fatalmente um homem identificado por Francisco de Assis Santana, vulgo "Dudu Cigano. O homem voltava da cidade de Boa Hora com destino a Cocal de Telha, onde morava, quando em estrada vicinal na altura do Povoado Buriti do Ovo, a 4 km da sede de Boa Hora, perdeu o controle da moto e caiu.


Segundo a polícia de Boa Hora, Dudu Cigana pilotava e moto e carregava um carona, J. N. M, de 17 anos, que teve corte na cabeça e escoriações no corpo. Os dois não usavam capacetes. Ainda segundo a polícia, uma pessoa não identificada teria invadido a estrada e o motociclista teve que frear bruscamente, perdendo o controle da moto.


Vítima tinha passagem
Dudu Cigano foi preso em abril deste ano em Cocal de Telha, acusado pela polícia de ser um dos maiores traficantes da região. Ele negou. Quando foi preso, Dudu estava em liberdade condicional por um homicídio. 


Ele foi preso por estar embriagado e conduzindo perigosamente uma motocicleta, além de possivelmente ter dispensado entorpecentes no momento em que os policiais fariam a abordagem. De acordo com os policiais que efetuaram a prisão, não foi possível localizar drogas com ele pelo fato de o acusado ter sido auxiliado por um comparsa e a droga retirada do local onde foi feita a abordagem. O preso foi encaminhado ao Distrito Policial na cidade de Piripiri para a realização dos procedimentos legais.


 
O HOMÍCIDIO
No ano de 2015 Cigano foi condenando a 15 anos de prisão em regime fechado em Sessão do Júri realizada na Comarca de Santa Quitéria (348 Km de São Luís-MA), acusado de ter matado a facada sua ex-namorada identificada por Márcia Lopes Fernandes. O crime aconteceu em 2001 e teria sido motivado pela separação do casal. Ele matou a mulher com uma facada na altura do peito.
 
O acusado ficou foragido da data do crime até janeiro de 2003, quando foi preso e permaneceu detido até fevereiro de 2004, empreendendo nova fuga. Em 2012, Francisco de Assis foi recapturado e permaneceu preso até dezembro de 2014, quando foi concedida a sua liberdade provisória. 


No julgamento, o Conselho de Sentença decidiu pela culpa e consequente condenação do réu, tendo o juiz que presidiu a sessão aplicado pena de 15 anos em regime inicialmente fechado, a ser cumprido no complexo Penitenciário de Pedrinhas-MA.

 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.