Facebook
  RSS
  Whatsapp

  13:13

Idosas são presas acusadas de aplicar golpe no INSS

 Foto: reproduções

Uma idosa de 78 anos, uma mulher de 66 anos e um homem de 25 amos foram presos suspeitas de aplicarem golpes no INSS em agências bancárias. A prisão aconteceu em Orizona, no estado de Goiás, na quinta-feira (04).  

De acordo com a polícia, o grupo utilizava documentos falsos a fim de receber, indevidamente, benefício de prestação continuada em nome de terceiros.

Um das investigadas, idosa de 66 anos, dirigiu-se até uma agência bancária de Orizona e informou que queria sacar benefício de prestação continuada, apresentando a guia do INSS, carteira de trabalho e identidade. Após os procedimentos de segurança interna bancária, houve dúvida quanto à identidade da suspeita, sendo que o banco, em razão disso, acionou a Polícia Civil.

Os policiais civis abordaram a idosa quando iria entrar num veículo, que era ocupado pelos outros investigados. Todos foram abordados e com eles foram apreendidos diversos documentos falsos, bem como o total de R$ 4.469 em espécie. 

Deste montante, R$ 2.824 foram sacados pouco tempo antes, pela idosa/investigada de 78 anos, em uma agência bancária de Urutaí, tendo os investigados usado o mesmo modus operandi para o recebimento do valor.

O grupo estava em Orizona há cerca de uma semana tentando realizar o mesmo golpe, e já era conhecido na agência bancária. Os envolvidos foram presos em flagrante por estelionato e associação criminosa.

Com informações do Mais Goiás

Mais de Brasil