Facebook
  RSS
  Whatsapp

  21:46

Bar em Teresina é fechado novamente e SSP-PI fará do local Centro de Convivência de Jovens

 

O secretário da Segurança Pública Chico Lucas anunciou, nesta sexta-feira(3), que o órgão irá requerer a desapropriação do terreno onde está situado o Bar da Thays, na zona Leste de Teresina. O local que foi alvo de diversas operações das Forças Integradas de Segurança em razão de sua ocupação pelas organizações criminosas para a prática de diversos delitos, será transformado em espaço de convivência para jovens. 

A decisão veio após ação do Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), na manhã de hoje, onde policiais apreenderam equipamentos e fecharam, mais uma vez, o local.

Com a desapropriação, a Secretaria de Segurança implantará um espaço de convivência para a juventude, em parceria com outras pastas do Governo, como as Secretarias de Assistência Social, Esporte, Cultura e Juventude, levando serviços essenciais, como emissão da nova Carteira de Identidade Nacional, e a promoção de movimentos culturais e de saúde mental para os jovens.

De acordo com Chico Lucas, a interdição e desapropriação fazem parte das estratégias de combate ao crime organizado adotadas no Piauí, que preveem a repressão e a prevenção ao tráfico de drogas e outros crimes. “Nós percebemos que a juventude precisa de espaços, de oportunidades. Portanto, se o Bar da Thays era um espaço usado para o lazer, mas também para o tráfico de drogas e para a violência, é obrigação do Estado fazer a intervenção para que ele seja requalificado e continue sendo um local para a juventude se divertir, mas sem usar drogas e sem enveredar para o mundo da criminalidade”, frisa o gestor.

Para o coordenador do Draco, delegado Charles Pessoa, a ação é importante para a sociedade piauiense, principalmente da região da Madre Tereza, já que o local era ponto de encontro para membros de uma determinada facção criminosa. 

“O Draco já vinha desenvolvendo um trabalho de monitoramento há alguns meses, inclusive deflagramos algumas operações utilizando como subsídio imagens e informações que foram coletadas no contexto dessas festas que aconteciam aqui nesse local. E com essa ação estamos dando mais um passo nesse processo de combate às facções criminosas, que é justamente focar nesses locais, nesses ambientes festivos que são utilizados para reunir esses membros de facções criminosas, e já estamos monitorando outros locais que funcionam também muito parecido com essa mesma modalidade”, reforça o coordenador.

Ações de prevenção 

 Em 2023, a Secretaria de Segurança Pública criou a Superintendência de Cidadania e Defesa Social (SUCID), com o intuito de promover ações de prevenção ao crime, abordando pautas como a defesa da criança e do adolescente, da mulher, da população LGBTQIAPN+, entre outras.

“Muitas vezes, a nossa juventude é cooptada pelo tráfico e pelo uso abusivo de drogas e até mesmo para a violência e para a criminalidade, por conta da falta de oportunidades saudáveis na área do esporte e do lazer. Então a ideia é nós utilizarmos espaços como este, que está sendo desapropriado, para serem locais de projetos de prevenção às drogas e à violência, voltados em especial para os jovens”, explica coronel Elizete Lima, superintendente da SUCID.

 “Nós vamos fazer outras intervenções dentro dessa estratégia, que já conta com DRACO, o Instituto de Identificação Digital e a SUCID, para que possamos transformar esses espaços em um ambiente de serviços à comunidade e um espaço harmônico de convivência para os jovens”, finaliza Chico Lucas.

Mais de Educação