Facebook
  RSS
  Whatsapp

  19:17

Diocese de Campo Maior (PI) denuncia empresa de energia solar por suposto calote

 Foto: Reprodução/ Internet

A Paróquia de Santo Antonio de Campo Maior divulgou, nesta terça-feira (23), nota de esclarecimento sobre o projeto de instalação de energia solar na catedral. O documento é assinado pelo pároco, padre Gilberto Felipe da Silva e pelo bispo diocesano, Dom Francisco de Assis Gabriel dos Santos.

De acordo com a nota, o contrato firmado entre a paróquia e a empresa Construtora Projettar Engenharia e Consultoria foi assinado no dia 15 de agosto de 2023, sendo 90 dias o prazo para a execução da obra, que contemplaria instalação de energia solar, proteção contra descargas elétricas e o sistema de climatização da catedral.

“Transcorridos todos os prazos e nada sendo executado, e depois de tantas tentativas de negociação com a empresa, com muitas desculpas insustentáveis da contratada, resolvemos pelo bem a paróquia e deus seus fiéis protocolar em desfavor da empresa citada processo judicial movido pela mesma paróquia”, diz um trecho do documento.

O valor repassado para a empresa executar os serviços de instalação de energia solar e de climatização, de acordo com a nota, foi de R$ 110 mil. Confira abaixo o documento:

A empresa citada pela Diocese também divulgou uma nota afirmando que irá se manifestar apenas no momento oportuno. 

Veja: 

Fonte: CNBB Nordeste

Mais de Campo Maior