Facebook
  RSS
  Whatsapp

  19:15

PM do Piauí entrega base da Maria da Penha e viatura lilás em São Raimundo Nonato

 

A Polícia Militar do Piauí, realizou nessa última sexta-feira (1) a instalação da base da Patrulha Maria da Penha na cidade de São Raimundo Nonato, no sul do Piauí.

A ação foi feita através do Comando de Polícia Comunitária (CPCOM), e faz parte da expansão do serviço por todo o Piauí, também contou com a entrega de uma viatura lilás para o policiamento especializado, além de pick-ups e motocicletas para municípios da região. 

“Estamos descentralizando esse serviço importante, fundamental para o estado do Piauí para a proteção das nossas mulheres. Estamos aqui entregando a viatura e implantando o serviço para São Raimundo Nonato e região”, destaca o Comandante-Geral da PMPI, coronel Scheiwann Lopes.

O Piauí já conta com bases da patrulha Maria da Penha nas cidades Piripiri, Floriano, Picos, Parnaíba, além da capital. O objetivo, com o último curso que capacitou mais de 100 policiais, é levar a patrulha para todos os batalhões do estado. 

De acordo com a major Leoneide, comandante da Patrulha, a base de São Raimundo contará com um efetivo de 9 policiais devidamente capacitados para as ocorrências de violência doméstica e fiscalização das medidas protetivas de urgência. 

“Aqui são 9 policiais devidamente capacitados e preparados devidamente para as ocorrências de violência doméstica e o acompanhamento das medidas protetivas de urgência. Hoje a viatura lilás se faz presente para a sociedade de São Raimundo Nonato, trazendo mais qualidade no serviço a ser prestado”, completa a major. 

A coronel Elza Rodrigues, comandante do Comando de Policiamento Comunitário (CPCOM), destaca que o serviço presta um atendimento humanizado e a importância da de denúncia, para acabar com o ciclo de violência.

“Esse atendimento será humanitário, onde vamos acolher essa mulher que fez a denúncia de violência. Sendo assim, é importante que toda mulher se encoraje para que tenha sua vida preservada. O importante é salvar vidas”, finaliza a coronel.

Mais de Polícia