Curta a nossa página
 
13/08 21h36 2021 Você está aqui: Home / Geral Bianca Viana Imprimir postagem

Governo recupera rodovias estaduais em todas as regiões do Piauí

O serviço é dividido para atender os chamados corredores principais, por onde passa o maior tráfego de veículos do estado.

O Governo do Piauí executa o Plano Estadual de Recuperação e Implantação de Novas Rodovias. Por meio dele o Estado atua em duas frentes de trabalho: uma para implantação e pavimentação de novas estradas e em outra para recuperação e conservação dos 6,6 mil quilômetros de rodovias estaduais existentes em todo o Piauí.

O serviço é dividido para atender os chamados corredores principais, por onde passa o maior tráfego de veículos do estado, e também contempla as rodovias consideradas secundárias, que se ligam a essas vias de maior fluxo.

O secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, destaca que é importante concretizar esse plano por meio do PRO Piauí Rodovias, que faz parte de Programa de Desenvolvimento Econômico e Social, o PRO Piauí, projeto maior e que ele coordena.

“Estamos executando obras em todo o estado. Podemos citar aqui rodovias que já visitamos e verificamos de perto o andamento dos trabalhos, como é o caso da nova rodovia PI-256, que vai de Curimatá a Morro Cabeça no Tempo, chegando ao município de número 224, ou seja, todas as cidades do estado do Piauí ligadas por asfalto. Isso tudo feito com boa parte recursos do Governo do Estado e também de emendas parlamentares”, destacou Rafael Fonteles.


 
O gestor ressalta que esses recursos  e o planejamento possibilitam recuperar toda a malha rodoviária do estado, que, segundo ele, mais que quadruplicou ao longo dos mandatos do governador Wellington Dias. “Estamos trabalhando em cima de vários trechos que precisam ser recuperados, mas também estamos implantando novas rodovias, como é o caso da que vai de Miguel Alves a Barras, São Miguel do Tapuio a Pimenteiras, Campo Maior a Coivaras e diversas outras que estaremos entregando à população do Piauí”, completou o coordenador do PRO Piauí.

O governador Wellington Dias destaca que esse conjunto de obras, além de permitir a ligação de todo o estado, facilitando as relações sociais e econômicas da população das diferentes regiões, permite a geração de emprego e renda, desde a fase das obras, e movimentam o comércio, impulsionam a economia do estado. “É o PRO Piauí transformando sonhos em realidade e transformando a vida dos piauienses. Esse é nosso principal propósito, fazer um Piauí melhor para os piauienses”, destacou o gestor.


 
Recuperação dos principais corredores rodoviários do estado

Segundo o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Castro Neto, entre os corredores principais que passam por serviço ou que vão receber recuperação estão a rodovia de Teresina a União, Teresina – Palmeirais – Amarante, Teresina – José de Freitas – Barras – Batalha; Simplício Mendes a Oeiras; Regeneração a Oeiras, Corrente – Redenção do Gurguéia – Parnaguá – Curimatá e o terceiro trecho da Transcerrados.

“Temos equipes em todas as regiões do estado para recuperação dessas estradas. Para o terceiro trecho da Transcerrados, os recursos já estão garantidos e a licitação foi aprovada pela Caixa. A previsão é que as obras sejam iniciadas até setembro. Uma obra bastante aguardada por todo o Piauí”, informou o gestor.

Castro Neto citou ainda a recuperação da PI-213, de Cocal até a divisa com o Ceará, que foi feita; a PI-366, de José de Freias a Lagoa Alegre, em execução, com serviços bem adiantados; e a PI-331, de Boqueirão a Boa Hora, totalmente restaurada e entregue há 15 dias.

O diretor do DER falou ainda do início da recuperação de trechos críticos da PI-113, entre José de Freitas e Cabeceiras. A rodovia tem em torno de 35 km e, segundo Castro Neto, “a conservação está boa, mas tem dois pontos críticos com base infiltrada. Esses pontos serão refeitos. As equipes já chegaram ao local para recuperar. No trecho Barras a Batalha tem buracos, e também será recuperado”.

O gestor explica que o serviço de conservação é para garantir a trafegabilidade, mas que, para recuperar de forma definitiva, essa via faz parte de um pacote de investimentos que vai permitir recuperar 2 mil quilômetros de rodovias no estado, com colocação de nova camada asfáltica. Segundo ele, a licitação está em finalização e a previsão de início dos trabalhos é para setembro.

Na PI-115, de Campo Maior a Juazeiro, as obras também já foram iniciadas. “Esse trecho da rodovia será reconstruído, com retirada da pavimentação antiga e implantação de uma nova camada asfáltica com tratamento superficial duplo (TSD), de boa qualidade e boa durabilidade, para um conforto maior nos deslocamentos dos condutores que trafegam pela via naquela região. A previsão de conclusão dos serviços é de três meses”, completou Castro Neto.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados