Curta a nossa página
 
14/07 13h43 2021 Você está aqui: Home / Brasil Bianca Viana Imprimir postagem

Governo Bolsonaro admite para CPI a ineficácia do 'Kit Covid' no combate à Covid-19

Em documento enviado à CPI da Covid, pasta afirmou que 'medicamentos foram testados e não mostraram benefícios clínicos na população'

Em um parecer enviado para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, o Ministério da Saúde admitiu que a hidroxicloroquina e os demais medicamentos que compõem o “kit covid” não funcionam contra a Covid-19.

Contudo, as drogas são defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e integrantes do governo federal no tratamento precoce da doença.

Hidroxicloroquina, cloroquina, azitromicina e ivermectina, entre outros medicamentos, não devem ser usados contra a Covid, porque não apresentaram benefícios clínicos, diz a nota revelada pelo Metrópoles.

“A ivermectina e a associação de casirivimabe + imdevimabe não possuem evidência que justifiquem seu uso em pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados nessa população”, continua a pasta, na justificação.

Os documentos foram enviados ao ministério a pedido de um dos senadores titulares da comissão, Humberto Costa (PT-PE).

O chefe do Executivo sempre se posicionou a favor do tratamento precoce no tratamento da doença, mesmo depois que organizações de saúde, mundialmente reconhecidas, recomendaram o não uso dos medicamentos.

Em junho, o presidente voltou a declarar ter tomado hidroxicloroquina quando foi diagnosticado com o novo coronavírus e disse que o “kit Covid” não mata: “Pelo contrário, salva vidas”, afirmou. Não há comprovação científica de que esse e outros remédios presentes no kit tenham eficácia contra o vírus.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados