Curta a nossa página
 
23/04 15h46 2021 Você está aqui: Home / Polícia Da Redação Imprimir postagem

Mulher acusada de participação em execução de jovens em Timon-MA, é presa no Rio Grande do Sul

A Polícia Civil do Maranhão, em conjunto com a Polícia Civil do Pará e Polícia Civil do Rio Grande do Sul, prendeu na manhã desta sexta-feira (23), na cidade de Carlos Barbosa-RS, uma mulher de iniciais E.L.S.S, acusada de participação no assassinato das jovens Maria Eduarda de Sousa Lira, 17 anos, e Joyce Ellen Dos Santos Moreira, 15 anos, que foram executadas pelo núcleo feminino de uma facção criminosa no último dia 21 de março de 2021, na cidade de Timon-MA.

De acordo com o delegado Antônio Valente, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Timon, logo após o crime, os policiais iniciaram as primeiras diligências para elucidar o caso e quando a suspeita percebeu que a Polícia Civil estava no seu encalço, ela empreendeu fuga para Belém-PA e, em seguida, se dirigiu para o estado do Rio Grande do Sul, onde foi dado cumprimento ao mandado de prisão temporária.

“Nós recebemos denúncias de que essa pessoa estaria por lá [Rio Grande do Sul]. Pedimos apoio da Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídio de Canoas, e ela foi localizada na cidade de Carlos Barbosa, em via pública, próximo do local em que ela estava escondida, por volta de 8h30”, explicou.

O delegado Antônio Valente explicou que as investigações apontaram que E.L.S.S estava morando bem próximo ao local onde as vítimas foram mortas, inclusive, na residência onde ela viva em Timon, foram localizadas roupas das vítimas durante as primeiras diligências.

Tribunal do crime

O inquérito que investiga o duplo assassinato das jovens Maria Eduarda de Sousa Lira e Joyce Ellen Dos Santos Moreira ainda está em andamento. O próximo passo agora será angariar mais provas que possam corroborar com o material colhido até o momento.

O que há de concreto é que as mortes estão diretamente relacionadas com divergências entre facções criminosas que atuam em Timon. Embora as vítimas não fizessem parte das facções, elas se relacionavam com integrantes de grupos rivais.

Ambas eram amigas e foram atraídas de Teresina, no estado do Piauí, para a cidade de Timon-MA, onde foram julgadas e sentenciadas, sob o comando da "disciplina" da facção.

Investigações

Ainda de acordo com o delegado Antônio Valente, com o cumprimento do mandado de prisão temporária em desfavor de E.L.S.S, ela será recambiada para Timon nos próximos dias. “O trabalho integrado entre as policias dos estados do Maranhão, Pará e Rio Grande do Sul, proporcionou o êxito na localização da acusada do crime tão cruel”, pontuou.

O caso segue sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Timon-MA.

NOTICIAS RELACIONADAS:

Jovens cavam a própria cova antes de serem executadas por facção criminosa em Timon-MA

Morte de jovem motivou vingança contra adolescentes que cavaram a própria cova em Timon


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados