Curta a nossa página
 
01/03 11h15 2021 Você está aqui: Home / Política Bianca Viana Imprimir postagem

Wellington Dias reage a publicação de Bolsonaro e diz que é Fake News

De acordo com Wellington Dias, postagem de Bolsonaro "confunde e engana a população"

O Presidente Bolsonaro causou um atrito entre os 16 governadores após publicar por uma postagem na qual listou valores que o Governo Federal teria repassado em 2020 a cada estado referentes aos valores gastos com a pandemia.

A tal postagem fez com que os governadores assinassem uma carta na qual contestam que os recursos efetivamente repassados para a área de Saúde são "absolutamente minoritária" dentro do montante publicado pelo presidente.

O primeiro a se manifestar nas redes sociais foi o governador Wellington Dias, afirmando que o presidente Jair Bolsonaro confunde a população com dados não esclarecidos, “O presidente da República confunde e engana a população ao informar dados distorcidos”, disse o governador do Piauí.

Wellington disse que o presidente cita como auxílio aos estados valores que, em sua grande maioria, são transferências constitucionais obrigatórias para estados e municípios (FPE, FPM, Fundeb e SUS), bem como benefícios previdenciários obrigatórios. “Uma inverdade!”, exclamou o governador do Piauí.

“As transferências constitucionais obrigatórias e os benefícios previdenciários não podem ser vistos ou divulgados como ação extraordinária do governo federal. São recursos que cada estado e município tem direito pelo pacto federativo. Não é favor algum!”, completou Wellington.

O governador lembrou que o país está à beira de um colapso nacional na rede hospitalar. “Chegamos a 255 mil óbitos no Brasil, mais de mil pessoas morrendo por dia e milhares sofrendo em hospitais lotados. Em que contribui atitudes como esta do presidente?”, questionou Wellington.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, também se manifestou nas redes sociais, dizendo que o presidente insiste em agredir a verdade para atingir os governadores.

“Ele está postando contas malucas sobre recursos enviados aos estados, misturando com os municípios, recursos de FPE, FPM, auxílio emergencial etc. Em suma, é um irresponsável”, relata Dino.

Ainda de acordo com o Governador do Maranhão, diz que vai entrar na justiça para esclarecer essa fake news com o presidente, “A mentira federal sobre repasse de recursos aos Estado do Maranhão é tão absurda que o valor “informado” (R$ 36 bilhões) equivale ao dobro do orçamento do estado em 2020”, finaliza Flávio Dino.

Na carta emitida pelos governadores, questionam outros pontos da publicação de Bolsonaro, entre os quais a inclusão do auxílio emergencial e das suspensões de pagamentos de dívida federal nos valores. Ainda segundo a carta, o total dos impostos federais pagos pelos cidadãos e pelas empresas de todos Estados, em 2020, somou R$ 1,479 trilhão.

Os governadores finalizam o documento afirmando que estão preocupados com a utilização, pelo Governo Federal, de instrumentos de comunicação oficial, custeados por dinheiro público, a fim de produzir informação distorcida, gerar interpretações equivocadas e atacar governos locais, além de prometer que vão acionar autoridades para pedir esclarecimentos sobre os dados expostos pelo presidente.

16 governadores assinam a carta

Renan Filho (Alagoas) Waldez Góes (Amapá) Camila Santana (Ceará) Renato Casagrande (Espírito Santo) Ronaldo Caiado (Goiás) Flávio Dino (Maranhão) Helder Barbalho (Pará) João Azêvedo (Paraíba) Ratinho Júnior (Paraná) Paulo Câmara (Pernambuco) Wellington Dias (Piauí) Cláudio Castro (Rio de Janeiro) Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) João Doria (São Paulo) Belivaldo Chagas (Sergipe)


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados