Curta a nossa página
 
30/10 11h21 2020 Você está aqui: Home / Geral Da Redação Imprimir postagem

Homem tem mão reimplantada após ter membro decepado por facão durante briga

Um morador de Blumenau, no Vale do Itajaí, no estado de Santa Catarina, teve a mão reimplantada após o membro ser amputado com facão em uma briga. Baseado em séries sobre hospitais, a vítima colocou a mão em um saco com gelo, o que possibilitou a cirurgia. O procedimento raro foi realizado em 16 de outubro e os resultados foram divulgados na terça-feira (27) pelo Hospital Santo Antônio.

O paciente de 40 anos teve a mão amputada durante uma briga há aproximadamente três semanas. A Polícia Civil trata o caso como tentativa de homicídio.

A cirurgia durou seis horas e foi considerada um sucesso. Os médicos recuperaram duas artérias, cinco veias, 24 tendões, três nervos, além dos ossos.

Segundo o hospital, o conhecimento da vítima no momento da ocorrência contribuiu para o sucesso da operação. O procedimento de reimplante ocorreu cerca de duas horas depois dos primeiros atendimentos ao paciente, que não teve a identidade divulgada. Ele contou aos médicos que sabia o que fazer.

“Sempre gostei de ver séries sobre hospitais, e quando ocorreu, eu tive muita cautela, não entrei em desespero. Literalmente posso dizer que eu salvei meu próprio membro para fazer o reimplante, pois quando todos da minha família estavam desesperados, eu consegui ter discernimento para colocar em uma sacola e depois colocar no gelo”, disse o paciente à equipe médica.

Os médicos Filipe Pimont Berndt e Gustavo Schweigert foram os responsáveis pela equipe que realizou o procedimento. Este é o quinto reimplante de mão ao nível de punho que ocorreu no hospital. O último ocorreu em 2019.

“Um reimplante deste tipo é considerado raro, pois são diversos fatores que levam a ter uma possibilidade de reimplante bem-sucedido.” disse Berndt.

A vítima recebeu alta no dia 21 de outubro. Na segunda-feira (26), o homem voltou ao hospital para fazer uma consulta. O hospital afirmou que o homem já começou a mexer os dedos. A previsão é que ele passe por fisioterapia pelos próximos dois anos.

Investigação
Segundo o delegado Egídio Ferrari, responsável pelo caso, o motivo da ocorrência teria sido uma briga entre a vítima e um outro homem, de 30 anos, e também morador de Blumenau.

O caso é tratado com sigilo e as investigações devem ser finalizadas e encaminhadas ao Ministério Público na próxima semana, afirmou Ferrari, na manhã desta sexta-feira (30).

Em nota, a Polícia Civil informou que o suspeito foi identificado e já se apresentou à Divisão de Investigações Criminais (DIC). Ele foi liberado em seguida.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados