Curta a nossa página
 
04/08 09h09 2020 Você está aqui: Home / Saúde Alecio Rodrigues Imprimir postagem

Antes de morrer de Covid-19, grávida soube da morte da mãe pelo Facebook

Grávida de seis meses, Elis Jade do Nascimento, 28,  que morreu ao tratar da covid-19 soube pelo Facebook que sua mãe, de 55 anos, tinha morrido — também diagnosticada com o novo coronavírus. A notícia abalou a grávida, que foi encaminhada para a UTI da maternidade Dona Evangelina Rosa no dia 28 de junho, oito dias após receber a notícia.

Além da mãe, que morreu no dia 20 de junho, Elis Jade já tinha perdido a avó materna para a doença infecciosa causada pelo novo coronavírus. A família escolheu esconder a morte da matriarca para poupá-la, mas ela ficou sabendo da notícia no mesmo dia pelas redes sociais.

Ontem, por volta das 14h30, Elis Jade morreu após perder o bebê. O obstetra Arimatéa Santos Júnior informou que a paciente evoluiu para um quadro grave da doença, teve que usar ventilação mecânica e fazer a traqueostomia. Segundo o médico, o bebê morreu devido as complicações decorrente da doença da mãe.

"O bebê estava com 24 semanas em um grau de prematuridade extrema e foi a óbito devido a gravidade da mãe. Não tinha como fazer uma cesariana, pois o bebê não conseguiria viver fora da barriga da mãe. Foi feito o parto induzido para expelir o feto para ela continuar o tratamento, mas não suportou e veio a óbito", informou o médico.

A morte da gestante comoveu a equipe da maternidade, que sabia que a paciente recentemente perdeu dois familiares também para a covid-19. Elis Jade chegou a escrever um bilhete pedindo que rezassem por ela. "A luta é grande, só Deus sabe o que passa, orem pela minha alta", dizia na mensagem.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.