Curta a nossa página
 
09/07 11h26 2020 Você está aqui: Home / Cidades Bianca Viana Imprimir postagem

Campomaiorense é preso por fazer parte de quadrilha que sequestrou Gerente de Banco em Teresina

As vítimas foram sequestradas na noite de terça-feira (7) no bairro Gurupi e foram liberadas na tarde de hoje na rodovia BR-343, na saída de Teresina para Altos.

Seis homens que sequestraram o gerente do banco Itaú e sua família, em Teresina, foram presos pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), com apoio do Batalhão de Operações Especiais do Piauí (BOPE) e da Coordenação de Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE). Três foram presos após perseguição na avenida Joaquim Nelson, na zona Sudeste da capital, e outras três prisões ocorreram durante diligências à noite. Três carros e duas armas foram apreendidos. 

Entre os presos está Carlos Lima Araújo, vulgo Carlinhos de Campo Maior. Ele e mais cinco homens armados teria raptado e mantido em cativeiro a família do gerente do Banco Itaú de Teresina.

As vítimas foram sequestradas na noite de terça-feira (7) no bairro Gurupi e foram liberadas na tarde de hoje na rodovia BR-343, na saída de Teresina para Altos, após o gerente do Itaú entregar para os criminosos cerca de R$ 39 mil, valor que foi retirado da agência bancária.

''Na noite de ontem iniciou um crime de extorsão mediante sequestro, o gerente de um banco e seus familiares foram sequestrados. Hoje pela manhã o GRECO tomou conhecimento desse fato e juntamente com o BOPE passou o dia em diligência no sentido de libertar os familiares e terminar a ocorrência da melhor forma possível,'', disse o delegado Luccy Keiko Leal. 

"A partir do acionamento do Grupo de Repressão do Crime Organizado pelo setor de segurança do banco, todas as equipes do GRECO começaram a fazer o trabalho de levantamento das informações e monitoramento que cuminou na captura de três pessoas e a recuperação, apreensão de todo o dinheiro que foi retirado da agência e entregue aos criminosos. A partir do momento que a família foi liberada. Todo o trabalho foi feito visando a segurança da família, a família foi liberada e isso foi o 'Start' para dar inicio a perseguição da forma mais efetiva aos criminosos que resultou na prisão na avenida Joaquim Nelson, no bairro Dirceu." declarou o delegado Tales Gomes .

Os presos serão autuados pelos crimes de organização criminosa; extorsão mediante sequestro; posse ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.