Curta a nossa página
 
26/05 11h23 2020 Você está aqui: Home / Entretenimento Imprimir postagem

Shows ao vivo pela internet aumentam conexão entre artistas e fãs

Outros meios de mídia e de cultura também já usavam as transmissões ao vivo para intensificar suas conexões com o público.

Em tempos não tão antigos, quando a internet ainda estava em sua etapa embrionária aqui no Brasil e os veículos de notícias mais comuns ainda eram os jornais impressos, as formas de contato entre os artistas do momento e o público em geral não eram muito abundantes.

A interconexão entre esses “mundos” ficava totalmente dependente das revistas dedicadas a celebridades, como a Caras e a Contigo – que faziam extensas matérias sobre a vida desses artistas longe das telas e dos palcos –, e as sessões de fofoca dos jornais e programas de TV matutinos.

Entretanto, a força da internet e de sua popularidade foi irresistível. Como aconteceu em tantos outros campos de mídias e notícias, o avanço da conexão pela rede mundial de computadores foi nos aproximando de forma cada vez mais intensa.

Em vez de ter de esperar horas por um jornal televisivo ou pela próxima edição do jornal impresso, bastava acessar o portal de notícias no desktop caseiro ou do trabalho para ter acesso a tudo o que estava acontecendo ao seu redor naquele momento e em datas anteriores.

O mundo dos artistas também foi modificado por essa revolução. Não era mais preciso esperar a equipe de uma revista chegar em sua casa para passar o dia acompanhando-o em suas rotinas diárias. Bastaria pegar o celular e gravar um vídeo a ser postado em uma plataforma de mídia social, abrindo as portas da sua intimidade para os fãs.

E agora, com a internet banda larga sendo comum em boa parte do país – incluindo Campo Maior, que em 2016 era o terceiro município do Piauí em pontos de internet –, já é possível fazer transmissões ao vivo para o mundo inteiro do conforto de casa.

Esse hábito, que antes era limitado a jogadores de videogames que atraíam milhares de espectadores ávidos por testemunhar em tempo real seus talentos em jogos como League of Legends e Counter-Strike, é agora também um canal para que artistas continuem se conectando cada vez mais com seus fãs.

Transmissões ao vivo para todos os gostos musicais possíveis

As dimensões gigantescas do Brasil em nível geográfico são muitas vezes vistas como um entrave quanto à eficiência política e econômica do país. Entretanto, esse nosso gigantismo serve como vantagem quanto ao aspecto cultural, haja vista a diversidade de artistas e de estilos musicais com que contamos em comparação a tantos outros países, sejam eles da América do Sul ou de outros continentes.

Essa diversidade faz com o “cardápio” de transmissões ao vivo feitas no Brasil nos últimos meses seja bem vasto. Por aqui, temos desde o funk do DJ e produtor Rennan da Penha até o sertanejo dos Amigos, o célebre grupo composto por Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó e Leonardo.

Outra reunião de destaque foi a da dupla pop Sandy & Júnior, realizada numa transmissão ao vivo quase dois anos após a primeira reunião dos artistas em anos, ocorrida no Credicard Hall, em São Paulo. Em relação aos talentos piauienses, o humorista Whindersson Nunes, que tem se envolvido mais e mais no meio musical, também pode ser visto em lives pela internet.

O mês de junho promete outros grandes shows ao vivo a serem realizados nas redes. Bell Marques, conhecido por ser um dos pais do axé baiano por conta da sua antiga banda, Chiclete com Banana, realizará uma live no dia 6 de junho. Xand Avião, ex-vocalista do Aviões do Forró, fará um show pela internet no dia 13 do mês que vem. Outro show que promete e que não dá para deixar de mencionar é o #ArraiáDoSafadão, que será comandado por Wesley Safadão numa transmissão ao vivo no dia 20 de junho.

Lives já são realidade em outras partes do mundo midiático

As transmissões ao vivo talvez sejam uma novidade para uma parte significativa dos artistas de eras passadas, mas elas não são assim tão novas para outros, visto que elas já são há algum tempo uma forma por meio da qual os artistas se comunicam com seus fãs, principalmente em plataformas como o Instagram, que oferece seu sistema Live para que essas transmissões sejam realizadas. Artistas no meio do rap, como Djonga e Rincon Sapiência, além de veteranos como Mano Brown, dos Racionais MCs, já lançavam mão da ferramenta antes mesmo de ela se transformar em um fenômeno.

Outros meios de mídia e de cultura também já usavam as transmissões ao vivo para intensificar suas conexões com o público. As supracitadas transmissões de jogos de videogames por meio de plataformas de streaming como o Twitch, que conta com um espaço dedicado aos esportes eletrônicos – também chamados de eSports – é um exemplo disso. A indústria dos cassinos é outro ramo que também passou por uma evolução semelhante, visto que atualmente, por meio de sites de roleta online como o da Betway Cassino, é possível sentir e experimentar a atmosfera de um cassino físico sem deixar o conforto da sua casa. Isso ocorre devido ao fato de esse ramo ter se modernizado ao ponto de utilizar tecnologias de alta definição e live streaming para reproduzir o ambiente dos cassinos reais com o intuito de fornecer aos usuários uma experiência imersiva de qualidade. Nos Estados Unidos, o famoso programa de comédia Saturday Night Live teve edições realizadas a partir de ligações usando o aplicativo Zoom, que permite que sejam realizadas ao vivo múltiplas conexões de vídeo. E até o meio político do mencionado país norte-americano aderiu à "moda", com a deputada Alexandria Ocasio-Cortez realizando lives no Instagram desde seus tempos de campanha em Nova York e o ex-candidato à presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Bernie Sanders, usando o Twitch, o YouTube e até o Twitter para transmitir comícios na internet, dos quais participaram artistas como The Strokes.

As transmissões chegaram para ficar

Transmissões ao vivo não são empreendimentos fáceis de se realizar, ainda mais no nível de artistas que atraem milhões de espectadores simultaneamente em plataformas como o YouTube. Além dos técnicos de som, já comuns nos palcos tradicionais, é preciso também ter uma instalação de redes que permita que a transmissão seja feita com o mínimo de interrupções e contratempos possíveis. É uma arte que nem mesmo os veteranos do mundo dos videogames conseguem dominar, apesar de anos de experiência nesse ramo. Entretanto, uma vez que potenciais problemas são resolvidos, as transmissões são bastante gratificantes para aqueles que as realizam.

O aspecto mais forte da relação entre artista e público nessas transmissões é justamente o contato instantâneo e recíproco entre estes dois mundos, que se conectam de forma cada vez mais forte com o passar do tempo. Logo, é difícil imaginar um futuro onde as lives de grandes artistas não se tornem rotina. Sorte a nossa.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados