Curta a nossa página
 
18/04 22h07 2020 Você está aqui: Home / Cidades Da Redação Imprimir postagem

Dois homens são perseguidos e executados a tiros em Campo Maior

A reportagem do Em Foco apurou no local que cápsulas encontradas no local e de espingarda calibre 12. Seria dois suspeitos no carro. Um não chegou a sair do veículo.

Dois homens identificados por José Cardoso da Silva Filho, vulgo “José Filho”, e Antonio Lopes Pereira Filho, 38 anos, vulgo “Sem Pescoço” foram executados por volta das 11hs da manhã deste sábado (18/04) na Rua Coronel Eulálio Filho, na cidade de Campo Maior ( 84 km ao norte de Teresina). As vitimas andavam em uma motocicleta e foram perseguidos por um carro modelo gol, de cor preta.

Segundo testemunhas, o carro perseguiu a dupla e ao se aproximar, os suspeitos começaram a disparar vários tiros. A dupla perdeu o controle da motocicleta e caiu. Um homem saiu do carro e continuou disparando contra Antonio Filho que ficou caído, enquanto a outra vítima, Zé Filho, ainda tentou escapar, correndo aproximadamente 150 metros, mas foi alcançado e executado também.

A reportagem do Em Foco apurou que as cápsulas encontradas no local é de espingarda calibre 12. Seriam dois suspeitos no carro. 

Ainda de acordo com populares, Antonio Filho mora na rua onde aconteceu o duplo homicídio e seria dono de uma boca de fumo no local. Ele seria filho de um policial aposentado. Já a outra vítima, Zé Filho, é filho de conhecido dono de museu em Campo maior, senhor Zé Didor.

O QUE DIZ A POLÍCIA

O major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM, confirmou que os suspeitos passaram atirando contra as vitimas e fugiram em destino ignorado. Ele disse ainda que As duas vítimas são conhecidas da polícia por assaltos a trafico de drogas em Campo Maior.

Um dos homens mortos chegou a ser abordado durante a madrugada de hoje pelos policiais da força-tarefa que está agindo em Campo Maior contra o arrombamento de comércios.

“Os policiais avistaram o Antonio Lopes durante a madrugada e como ele já é conhecido no mundo do crime, os policiais fizeram abordagem, mas não encontrou nada de ilícito e ele foi liberado” disse Etevaldo ao Em Foco.

José Cardoso Filho foi condenado por tráfico de drogas, mas em 2017 acabou fugindo do sistema presional e voltando para Campo Maior. Em 2018 foi preso novamente, mas já estava em liberdade novamente. 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados