Curta a nossa página
 
05/04 13h12 2020 Você está aqui: Home / Cidades Da Redação Imprimir postagem

Morte de vigilante em Campo Maior tem ligação com outros crimes na cidade

A polícia civil de Campo Maior já identificou a autoria e motivação da execução do vigilante noturno Aldo de Lima Júnior, 20 anos. Ele foi morto a facadas na madrugada do último sábado (28/03) no Bairro Cariri, na cidade de Campo Maior, a 82 km ao norte de Teresina.

Fontes da polícia disseram ao Em Foco que o caso já está solucionado, mas segue em investigação porque a polícia trabalha para a conclusão de outros inquéritos que têm relação direta com a morte de Aldo.

Sem dar muitos detalhes, a fonte policial deixou claro que a marte de Aldo tem ligação com outras mortes ocorridas na cidade recentemente. Levantamento feito pelo Em Foco mostra que já ocorreram 05 (cinco) mortes violentas em Campo Maior em 2020. Um feminicídio, tento como vítima Maria Caroline Macena da Costa, de 38 anos de idade, ocorrido Bairro Água Azul; e uma rixa entre família, onde um filho matou a vítima para vingar a morte do pai, ocorrida em 2018. Os outros três últimos crimes, num intervalo de 60 adias, todas as vítimas tinham envolvimentos com o tráfico de drogas ou outros crimes. São esses três que podem ter relação, segundo a polícia.

OS CRIMES

No dia 07 de fevereiro, um ex-presidiário natural de Parambu-CE foi morto a tiros no Bairro Renascer. Dois homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram os disparos. Quarenta dias depois do crime, o Em Foco ouviu a polícia sobre o crime. Ninguém havia sido preso e a polícia disse apenas que já tinha suspeitos e a motivação, mas que o crime era de investigação complexa.

A vítima, Julimar Torquato Pinheiro Nazário, vivia em Campo Maior como vendedor autônomo de desinfetante e mantinha boas relações sociais e um padrão de vida incompatível com a sua atividade profissional. Ele fez parte de uma quadrilha de assalto a ônibus no Ceará antes de se mudar para o Piauí.

Na madrugada de domingo para segunda-feira, 23 de março, Antonio José Moura, vulgo Tonizete, de 35 anos, foi morto a tiros às margens da BR-343, no cruzamento da rodovia com a Avenida José Paulino. A vítima era moradora do Bairro Parque Estrela e já havia sido preso por tráfico de drogas em fevereiro de 2019 na operação Jennifer.

CAMPO MAIOR JÁ REGISTROU SEQUÊNCIA DE ASSASSINATOS 

No início do ano de 2019 o Em Foco fez uma retrospectiva dos assassinatos ocorridos em Campo Maior no ano anterior. O envolvimento com o tráfico ou consumo de drogas sempre esteve presente na história dos crimes. Foram ao menos seis crimes praticados das mais variadas formas, em diferentes bairros e até em outras cidades da região, porém, a crueldade com que os corpos foram encontrados e as motivações interligavam um assassinato ao outro. Na época, a polícia tinha prendido dois suspeitos em dois dos seis casos. 

Clique no LINK e reveja quem foram as vítimas e como estava a investigação de cada caso naquela época. 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.