Curta a nossa página
 
23/02 13h37 2016 Você está aqui: Home / Blog da Ana Ana Maria Cunha campomaioremfoco@hotmail.com

NA ROTA DA CULTURA II

O valor da cultura em nossa vida

NA ROTA DA CULTURA II

Campo Maior é tradicionalmente uma cidade de letrados, rica em diversidade cultural e conhecida em todo o Brasil por alguns de seus valores. Mas muita gente atribui a palavra “cultura” apenas a educação formal, escolar e intelectual. Na verdade, é muito mais que isso, são todos os patrimônios materiais e imateriais, e no fundo o maior patrimônio cultural de um povo é o seu próprio povo.

 

O SALICAM é uma oportunidade impar de reunir as várias gerações em torno deste tema tão importante e é necessário que todos se sintam importantes neste processo. Sei bem que  envolver o povo é uma tarefa as vezes um tanto árdua, nada fácil, mas possível. E é isso que queremos.

 

Já fiz uma vez esta pergunta e vou a fazê-la novamente: Qual o valor da cultura para você?  

 

Pense na resposta que você daria a essa pergunta e tenha a noção exata de quanto vale o conhecimento, a cultura na sua vida. Depois reflita que a cultura é o sangue que corre nas veias de um povo, sem ele a sociedade fica doente, sem ele não há crescimento, não há evolução. Sem cultura há apenas sobrevida, não vida.

 

A cultura é a própria historia de um povo, ela nunca estará completa e acabada, porque ela acontece todos os dias de forma involuntária, ou seja,  quer queiramos ou não. E pode ser uma cultura pobre, ou uma cultura rica. Vai depender muito de como a conduzimos e de como a realizamos. Você faz historia o tempo todo. Faz sua historia e a da comunidade onde vive. Não podemos fugir desta realidade.

 

Quanto mais forte e saudável for a cultura de um povo, mais feliz é este povo, porque todo mundo sabe que “povo educado é povo feliz”. A cultura é transmitida das gerações mais velhas para as gerações mais novas. A nossa missão é ensinar às nossas crianças e jovens que eles são os responsáveis pela mudança ou pela continuação do sistema em que vivem. Quanto mais cedo fizermos isso, melhor.

Estamos abrindo uma página em branco na historia de nossa cidade, agora é hora de ecrever esse capítulo, e espero sinceramente que todos dêem a sua parcela de contribuição para que tudo ocorra da melhor forma e que, no futuro, nossos descendentes possam se orgulhar de nós e deste momento histórico que estamos realizando.

Mas, para que isso de fato ocorra Campo Maior precisa se envolver, valorizar, se engajar e fazer deste evento um grande acontecimento. Muito mais importante do que qualquer festa, qualquer banda nacional ou internacional que já passou por aqui. Será um momento de grande magia, e que tocará almas e corações. Nos dias do SALICAM muita coisa pode acontecer de bom na vida dos alunos e professores, muitas descobertas, muito aprendizado. Pais devem acompanhar os filhos, avós devem acompanhar os netos, jovens devem comparecer em massa. Não existe idade para participar, todo mundo encontrará algo com o que se encantar.

 

Amanhã vou contar como um salão de livros como este mudou a minha vida e me fez começar a escrever. Foi por causa do SALIPI de 2009 que escrevei meu primeiro livro UMA AVENTURA NO MUNDO DA LITERATURA...que aliás ainda não publiquei. 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.