Curta a nossa página
 
05/10 23h52 2015 Você está aqui: Home / Cidades Da Redação. campomaioremfoco@hotmail.com Imprimir postagem

Embrapa realiza oficina da Agricultura Familiar‏ na Região dos Carnaubais

Município é piloto no estudo que visa melhorar a produção e promoção da inovação agroecológica nos territórios da região Meio-Norte

A Embrapa Meio-Norte e prefeitura de Jatobá do Piauí realizaram no último sábado (03/10) a Oficina Diagnóstico da Agricultura Familiar, na comunidade Tamarindo, tendo como público alvo os plantadores de melancia do município.

 

A oficina é mais uma etapa do diagnóstico participativo previsto para o projeto “O Diálogo entre saberes – promoção da inovação agroecológica nos territórios da região Meio-Norte”, conduzido pela Embrapa Meio-Norte, com recursos do CNpQ. O projeto, que teve início em janeiro 2015 e será realizado até dezembro de 2016, e tem como objetivo constituir o Núcleo de Estudos em Agroecologia da Embrapa Meio-Norte e busca soluções para a realidade local na plantação da melancia, que já vem sendo desenvolvido desde o ano passado. A fase agora é de capacitar atores sociais para dar continuidade ao trabalho iniciado; levantar demandas, problemas e refletir sobre a realidade da produção familiar no município.

 

Durante o evento, que ocorreceu na sede da Associação de Pequenos Produtores de Melancia de Jatobá do Piauí, entre outras atividades, ocorrereu apresentação da equipe, formação de grupos de interesse relacionados aos sistemas de produção, pactuação de resultados.

 

Como etapa anterior do projeto, ocorreu uma oficina para sensibilização de agricultores para a importância de realizarem a transição agroecológica nos sistemas de produção em que atuam. Nesta primeira oficina formou-se o Comitê Local de Inovação Agroecológica e foi definido como seria realizado o diagnóstico, a etapa atual do trabalho.

 

OUTROS MUNICÍPIOS 

O projeto está sendo desenvolvido em 16 municípios do território. Jatobá do Piauí foi escolhido como município piloto. Participam das ações duas associações, uma com 70 agricultores (Comunidade Tamarindo) e outra com 26 (Comunidade Baixa do Ferro), todos com experiência no cultivo de melancia.

 

Para a realização do diagnóstico, necessário para as etapas seguintes do projeto, foi realizada esta oficina, entrevista com os agricultores e ao final, ocorrereu a avaliação agroecológica dos sistemas de produção locail e devolução do diagnóstico aos parceiros do projeto para realizar o planejamento participativo e elaboração do plano de trabalho que envolverá instituições locais, como prefeitura, Emater, Sindicato e Associações.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.