Facebook
  RSS
  Whatsapp

  18:06

Passagem molhada feita pela prefeitura de Campo Maior é levada nas primeiras chuvas

 Foto: Passagem rompida nas primeiras chuvas

Um vídeo divulgado no dia em 22 de março de 2023 gerou uma repercussão em redes sociais e virou pauta até da TV Globo. Alunos foram filmados tentando atravessar um rio quando retornavam da escola, tento uma corda como único meio de segurança. O fato aconteceu no Rio Jacarezinho com moradores das comunidades Tangará e do Reassentamento Corredores, na zona rural de Campo Maior, a 82 km ao norte de Teresina.

VÍDEO FEITO EM 2023 COM ALUNOS ATRAVESSANDO A PONTE COM CORDA

Nas imagens foi possível ver a dificuldade e o sofrimento de homens e mulheres da região tentando atravessar os filhos no rio, correndo risco de serem levados pelas águas. Nessa época, os moradores da região utilizavam o acesso pela ponte do Foge Homem para ir à cidade ou para escola, mas um caminhão carregado de animal acabou danificando a mesma e deixou os moradores isolados. 

Reinvindicações foram feitas à gestão municipal afim de que tomasse providências para a reforma da ponte, mas só tomaram providências depois que o caso foi parar na televisão. 

OBRA FOI LEVADA NAS PRIMEIRAS CHUVAS

O prefeito de Campo Maior, João Félix, esteve na região e anunciou a contração de uma passagem molhada no rio e construiu, mas a obra foi feita sem planejamento e o descaso volta a acontecer.

A obra foi feita apenas em parte do leito do rio. Logo nas primeiras chuvas, as cabeceiras da passagem molhada foram levadas pelas águas, deixando novamente as duas comunidades isoladas.

Segundo um engenheiro consultado pelo do Em Foco, a extensão da obra feita deveria ter sido maior para evitar que a água carregasse as cabeceiras. O nível dos “ombros” da passagem molhada também deveria ser bem mais alto, juntamente com o aterramento da estrada, fazendo com que toda a águas do rio, mesmo em cheia maior, se concentrasse apenas no leito do rio. Ou seja, sobre a passagem molhada.

NOVO ISOLAMENTO

27 famílias moradoras da região estão isoladas, e alunos estão sem poder ir para escola, além de não poderem ir para o posto de saúde. Em vídeos feitos nessa quinta-feira (22) mostra a gravidade da situação da passagem, rompida nos dois lados, impossibilitando o trajeto.

CASO PASSOU NA TELEVISÃO

A matéria, do repórter Renan Nunes, da TV Clube, afilada da TV Globo no Piauí, mostrou alunos lamentando a situação ruim das estradas onde o ônibus escolar chega a atolar e quando chove os alunos são obrigados a ficarem na escola, sem comer, esperando as aguas do Rio Jacarezinho baixar para que eles possam voltas para as suas casas.

Os alunos falaram sobre o medo de se afogar e o desespero, pois a situação é rotineira, toda vez que chove forte e o nível das aguas do rio sobre. Como não tem uma ponte, nem passagem molhada na estrada cortada pelo rio, o ônibus não passa e os alunos, com a ajuda de familiares, usaram uma corta para atravessar a correnteza.

Mais de Campo Maior