Curta a nossa página
 
27/05 12h20 2021 Você está aqui: Home / Saúde Alecio Rodrigues Imprimir postagem

Brasil poderia ter sido primeiro país a iniciar vacinação, diz Dimas Covas

O dirigente do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou hoje que o Brasil "poderia ter sido o primeiro país a começar a vacinação" contra a covid-19. "Muitas vezes declarei de público que o Brasil poderia ser o primeiro país do mundo a começar a vacinação, não fosse os percalços que nós tivemos que enfrentar nesse período, tanto do ponto de vista do contrato quanto do uso regulatório. Quer dizer a Anvisa aprovou o uso em dezembro... Poderíamos ter começado antes se tivesse tido uma agilidade de todos esses atores."

A declaração foi dada em depoimento à CPI da Covid, na qual Covas presta esclarecimentos na condição de testemunha. De acordo com o chefe do Butantan, em dezembro de 2020, o instituto tinha 5,5 milhões de doses estocadas e 4 milhões em processamento. "Ou seja, quase 10 milhões de doses prontas em dezembro do ano passado sem contrato com o Ministério.

O mundo começou a vacinação no dia 8 de dezembro. No final de dezembro o mundo tinha aplicado um pouco mais de 4 milhões de doses e nós tínhamos mais de 4 milhões no Butantan." Ainda segundo Covas, no fim de 2020, quando o Butantan celebrou contrato com o Ministério da Saúde, uma cláusula pedindo exclusividade com a Sinovac dificultou a negociação inicial, já que o instituto havia firmado parceria com a Sinovac para distribuir a vacina na América Latina.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados