Curta a nossa página
 
05/06 21h35 2020 Você está aqui: Home / Polícia Bianca Viana Imprimir postagem

Homem acusado de estuprar garoto de 4 anos em Pedro II se apresenta à polícia

O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (1º). O suspeito, tio-avô da criança identificado apenas pelas iniciais J.C.

O homem de inicias J.C, suspeito de estuprar um menino de apenas 4 anos, no último domingo (31),  na Localidade Placas, Zona Rural de Pedro II, se apresentou à Policia Civil na tarde desta quinta-feira (04), juntamente com uma advogada. O acusado está sendo ouvido neste momento pelo Delegado Dr. Adalberto Paulo, em Pedro II.

ENTENDA O CASO

Um menino de 4 anos foi estuprado em uma localidade rural da cidade de Pedro II, a 165 km de Teresina. O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (1º). O suspeito, tio-avô da criança identificado apenas pelas iniciais J.C , fugiu, e está sendo procurado por policiais civis e militares.

De acordo com a Polícia Militar, o abuso sexual foi descoberto pela mãe da vítima, quando ela chegou em casa durante na segunda-feira (1º). A polícia não informou detalhes da forma como a violência sexual aconteceu.

O crime foi então denunciado para a Polícia Civil, que iniciou a investigação. Na terça-feira (2) os investigadores tomaram os depoimentos de pessoas da família da criança.

De acordo com informações, a mãe e a avó teriam deixado o menino sozinho com o “avô”, quando retornaram, a criança estava chorando e com sinais de violação. Pressionado, o acusado teria confessado o crime, e se evadiu do local, em uma motocicleta, portando uma espingarda.

No dia seguinte, terça-feira (2), a Justiça expediu um mandado de prisão contra o suspeito, mas ele fugiu antes da chegada dos policiais depois que a imprensa local publicou matérias sobre a investigação.

As buscas para localizá-lo continuam. Ainda segundo a PM, o tio-avô do menino morava logo ao lado da casa da vítima. Ele pode responder por crime de estupro de vulnerável, já que a vítima é uma criança. A pena varia de 8 a 15 anos de prisão.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados