Curta a nossa página
 
28/10 20h16 2015 Você está aqui: Home / Cidades Por Weslley Paz Imprimir postagem

Oposição tenta impedir regularização fundiária de Campo Maior e barra votação da lei

Vereadores de oposição querem transformar o projeto para tentar para a população que foi o autor do projeto. O receio deles é que o prefeito se beneficie politicamente por conta do projeto ser positivo para 95% da população.

A sessão desta terça-feira (27) na Câmara de Vereadores de Campo Maior que deveria ser tranquila se tornou tensa após uma tentativa da oposição de barrar o processo de regularização fundiária do município.

 

A oposição alega que o prefeito Paulo Martins será beneficiado politicamente porque o projeto beneficia 95% da população. Outra preocupação dos vereadores Sena Rosa, Neto dos Corredores e Zé Pereira, que pediram vista no projeto, é com os grandes latifundiários que terão que provar a propriedade de todas suas terras e há suspeita de que alguns não tenham a documentação comprobatória. O vereador Zé Pereira é da base do prefeito, mas pegou o bonde da oposição.

 

O processo de regularização foi discutido exaustivamente em audiências públicas, reuniões no gabinete com o prefeito e construtores, com a corregedoria de justiça e até mesmo com os vereadores de oposição que conseguiram convencer o prefeito a fazer as modificações que acharam necessárias. “Estava tudo certo para a lei ser votada e aprovada para que a regularização iniciasse, porém repentinamente, os vereadores oposicionistas se levantaram contra o projeto”, disse o secretário de habitação, Rogério Loyola. “Estão querendo transformar o projeto para dizer que eles que colocaram as propostas de melhoria e tentar passar para a população que são o pai da criança”, lamentou Rogério.

 

Os parlamentares prometem ir até onde for necessário para que o processo que foi determinado pelo poder judiciário desde 2003, não seja executado na gestão do prefeito Paulo Martins. Há, inclusive, a informação de que o vereador Manoel Alvarenga já se prepara para pedir vista na próxima sessão que ocorrerá na terça-feira. O objetivo é prorrogar cada vez mais o processo.

 

“Eles dizem que eu serei beneficiado com a regularização e porque eles não fizeram antes? Vamos dá é a condição das pessoas ter a documentação de suas casas que não foi possibilitado antes. Todos os proprietários de terras em Campo Maior podem ficar seguros que todos terão direito a suas terras ao comprovarem a posse”, comentou o gestor.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.