18/09 19h53 2020 Você está aqui: Home / Geral Bianca Viana Imprimir postagem

Secretário confirma protocolo de retorno das aulas no Piauí, mas sem data marcada

O decreto de suspensão das aulas perde a validade no dia 22. Mas isso não significa que as aulas voltarão porque poderá ocorrer uma prorrogação.

O secretário de Educação, Ellen Gera, afirmou nesta sexta-feira (18) que a Secretaria de Educação já possui um protocolo de retorno para a volta das aulas presenciais. Porém, ele esclarece que não existe uma data para o retorno. Segundo o secretário, as escolas precisam se adaptar às novas regras sanitárias e pedagógicas.

O decreto de suspensão das aulas perde a validade no dia 22. Mas isso não significa que as aulas voltarão porque poderá ocorrer uma prorrogação.

“O decreto do dia 16 de março suspendeu as aulas. Os portões foram fechados. Em abril a Seduc retomou as aulas remotas. A educação continuou, mas não de forma presencial. Estamos loucos para voltar. Com tudo que fizemos o ano de 2020 não é considerado perdido. Passado esse tempo, em junho e julho  começamos a deslumbrar o retorno. No mundo todo os países analisam isso. Ontem participei de um evento internacional vendo experiências de outros países. É preciso olhar para nossa realidade. Preparamos um conjunto de protocolos para essa volta. Esse protocolo prevê medidas sanitárias e pedagógico”, disse.

A decisão do retorno das aulas será do COE. O grupo de técnicos irá se reunir no dia 21 para decidir sobre o assunto.

“Não temos data de retorno. Quem define isso é o COE. Ele deverá autorizar, mas não colocará uma data. Vai dizer os grupos que podem voltar mediante um conjunto  de premissas. Isso precisa ser cumpridas por todas escolas e universidades. Mas tudo isso será feito com a prioridade na vida das pessoas. Quanto ao retorno, temos um decreto do governador que mantém a suspensão até o dia 22. Temos uma reunião do COE no dia 21. Essa reunião dará o horizonte da possibilidade de retorno”, destacou.

Segundo Ellen Gera, a secretaria estuda a possibilidade de atividades presenciais com os alunos que irão fazer o Enem.

“Já ouvi muita gente falando de volta do ensino médio, se volta faculdades, mas de fato não tem nada definido ainda. Temos equipes técnicas trabalhando, fazendo estudos científicos, analisando o retorno. Já existe uma clareza muito grande de que a educação infantil é muito difícil de retornar agora. Esse é o entendimento. Trabalhamos a possibilidade de que os estudantes que fazem o Enem, poder criar um ambiente para que eles possam ser preparados, com algum movimento na escola. Mas isso ainda não foi definido”, destaca.

Ellen Gera afirma que as estruturas das escolas estão sendo preparadas para se adaptarem as novas normas sanitárias e pedagógicas.

 “É preciso se voltar para as pessoas. Todos foram afetados pela covid-19. Precisamos cuidar das pessoas. Não adianta ter a ordem de voltar, se os professores não têm condições de voltarem. É preciso saber quem é do grupo de risco. Tudo isso foi pensado na secretaria. Vamos passar em setembro e outubro por adaptação de escolas. Escolas já estão sendo reformadas pelo Pro-Educação. Na rede como um todo vamos preparar o ambiente da escola, independente de retomar agora ou só no próximo ano. Precisamos prepara o ambiente. A parte de banheiros, a parte sanitária, tudo bem cuida


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados