Curta a nossa página
 
09/07 17h07 2019 Você está aqui: Home / Jatobá do Piauí Da Redação/Jatobá do Piauí Imprimir postagem

Jatobá do Piauí

Da Redação/Jatobá do Piauí

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Da Redação/Jatobá do Piauí - com Jatobá do Piauí

Mais um secretário deixa gestão do prefeito de Jatobá: “Gestão sem projetos, sem organização”

O suplente de vereador Reginaldo Cantuário anunciou publicamente na última sexta-feira (05/07) seu rompimento político com prefeito de Jatobá do Piauí Zé Carlos Bandeira (PT). Reginaldo era secretaria de agricultura.

A vaga de Reginaldo foi negociada com o suplente de vereador Neto Fogo, que era aliado do prefeito, mas tinha virado oposição por falta de espaço na gestão. Regional foi o segundo secretario municipal a deixar a gestão e ir para a oposição. O primeiro foi o secretário de Obra Valdeck Eduvirges.

Além dos dois secretários municipais, também deixaram o governo de Zé Carlos, o vice-prefeito Hilton Gomes, os suplentes de vereador Otoniel Luciano, que chegou a assumir a vaga por uma decisão judicial; Dar Luz, Olímpio Carlos, Pinduca, e Maykon Saboia.

Em 2 anos e meio de governo, o prefeito também já fez outras duas mudanças em secretariados, mexendo na pasta da educação e chefa de gabinete.

EX-SECRETÁRIO DIZ QUE FALTA PROJETO NA GESTÃO DO PREFEITO ZÉ CARLOS

Em conversa com o Em Foco, Reginaldo Cantuário disse que o motivo de ter deixado da fazer parte da gestão do prefeito Zé Carlos Bandeira foi a falta de projetos e planejamentos, além de falta de condições para trabalhar.

“É uma secretaria sem recursos e isso não permitia fazer nenhum trabalho de ajuda aos produtores, dar algum incentivo, fazer deslocamento. Além de ser uma gestão que não tem  compromissada com a agricultura, onde o município tem 80% da população vive da agricultura” disse.

Reginaldo ainda destacou que chegou a propor um projeto de lei na câmara, onde seria destinada uma porcentagem de Fundo de Participação do Município para a pasta, mas, segundo ele, nunca foi ouvido pelo prefeito.

“Depois de 2 anos, entendi que não tinha como se manter no cargo. Também não concordo com a gestão em vários pontos. Fomos para uma campanha prometendo mudanças e não vi isso acontecer. Vejo a gestão do prefeito Zé Carlos sem um projeto. Se trabalha aleatoriamente. Faz uma estrada aqui e outra ali, mas não existe nenhuma programação. É um prefeito que não tem nenhuma organização de projeto para as coisas funcionarem no município”, completou.

Reginaldo disse que vai trabalhar seu nome visando uma vaga na câmara de vereadores em 2020, criticando os pontos que não concorda com a gestão e com o trabalho já iniciado em defesa dos agricultores.

O OUTRO LADO

O Em Foco tentou ouvir o prefeito Zé Carlos Bandeira na tarde desta terça-feira, mas as ligações não foram completadas. Telefone se encontrava na caixa postal. O Espaço fica aberto para possivel manifestação do gestor


  Tags:

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.