Curta a nossa página
 
18/04 13h50 2019 Você está aqui: Home / Nossa Senhora de Nazaré Da Redação/Campo Maior Imprimir postagem

Nossa Senhora de Nazaré

Da Redação/Campo Maior

leoplaynet@hotmail.com

Você está aqui: Home / Da Redação/Campo Maior - com Nossa Senhora de Nazaré

Justiça sequestra recursos de N.S. de Nazaré para pagar precatórios de ex-prefeita

O legado do caos administrativo deixado pela ex-prefeita cassada Luciene Silva de Nossa Senhora de Nazaré ainda hoje afeta a população nazarena. Nesta quinta-feira (18) estava previsto o segundo repasse constitucional do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) de abri, no entanto o Prefeito Luizinho Cardoso foi surpreendido com o sequestro de R$ 63.282,96 mil reais.

Ao procurar o banco ele foi informado que o recurso foi sequestrado para pagamento de precatórios por conta de ações judiciais de servidores efetivos que tiveram seus salários atrasados na época em que Luciene Silva administrava o município.

Abalado com a situação, o prefeito disse que lamenta que tenha que pagar por danos causados por gestores do passado e que não sabe como irá fazer para honrar com as despesas que estavam programadas para este repasse.

“O município amanheceu com todas as contas zeradas por causa de bloqueio judicial. O bloqueio afetou os recursos da saúde, educação e FPM. É uma situação muito complicada”, lamentou o Prefeito. Foram sequestrados R$ 37.226,60 do FPM, R$ 9.085,91 do Fundo da Saúde (FUS) e R$ 16.970,45 do Fundeb. O valor sequestrado será transferido diretamente para os servidores e não retornará mais para a conta da prefeitura, dessa forma, o prefeito terá que reorganizar as finanças do município a partir dos recursos do dia 30.

Prefeito lamenta o fato e pede a compreensão dos nazarenos

Acima está um dos diversos processos de servidores que ganharam na justiça o direito de receber seus salários após vários anos.

Extratos da conta da prefeitura comprova os sequestros judiciais


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.