Curta a nossa página
 
27/10 10h04 2017 Você está aqui: Home / Cocal de Telha Da Redação/Cocal de Telha Imprimir postagem

Cocal de Telha

Da Redação/Cocal de Telha

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Da Redação/Cocal de Telha - com Cocal de Telha

Ana Célia extrapola orçamento e precisa de 780 mil para fechar o ano

A prefeita assinou dois decretos que abrem suplementação de crédito para garantir a manutenção do município até o final do ano

A prefeitura de Cocal de Telha extrapolou a previsão de despesas para o ano de 2017. O valor estabelecido pela Lei de Diretrizes Orçamentária Anual (LOA) - aprovada pela Câmara Municipal - deveria manter as contas do município em dia até o mês de dezembro, porém, a prefeita Ana Célia (PP) chegou ao mês de outubro com as finanças do vermelho. 

Restando dois meses para fechar o ano, a gestora precisa de R$ 780 mil para quitar dívidas e manter o município em funcionamento. No mês de agosto, Ana Célia assinou dois decretos que abrem suplementação de crédito no orçamento da prefeitura para garantir a continuidade dos serviços. 

No dia 1 de agosto, o decreto 12/2017 abriu crédito adicional de R$ 624.200,00. São beneficiadas com o dinheiro as secretarias de finanças, administração e planejamento, educação, assistência social e cidadania, agricultura e cultura. O valor é destinado dentre outras atividades para o abastecimento do gabinete da prefeita (3 mil), vencimento e vantagens da educação (110 mil), material de consumo e obras. 

Já no dia 10 de agosto Ana Célia assinou novo decreto de nº 13/2017. Esse no valor de R$ 155.150,00 e que beneficia as secretarias de infraestrutura, educação e assistência social. A previsão é que o dinheiro seja gasto com obrigações patronais, despesas com serviços de terceiros e serviços de consultorias. 

Veja os decretos 


 

(Por Otávio Neto / Da redação)


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.