Curta a nossa página
 
19/01 10h03 2017 Você está aqui: Home / Cultura e Humor José Francisco Marques campomaioremfoco@hotmail.com

Cultura e Humor

José Francisco Marques

campomaioremfoco@hotmail.com

Você está aqui: Home / Cultura e Humor - com José Francisco Marques

A OBVIEDADE DOS RELACIONAMENTOS

Querer mudar alguém é como querer montar um boneco que atenda aos seus gostos.

 

Se existe algo fascinante nos relacionamentos é a imprevisibilidade. Nenhum dos dois apaixonados pode prever o que virá de tal parceria recém criada.Pensando nisso, elaboramos algumas situações clichês abordando situações inerentes ao que gerou a opinião acima.

Confira !!!

 

1) Nada vai ser igual ao início. Se você passar o resto do seu relacionamento dizendo que o outro não é mais a pessoa por quem você se apaixonou e que “no início era tudo melhor”, você vai se martirizar à toa. As pessoas convivem, as coisas mudam um pouco, mas o importante é tentar evoluir com essa mudança e não ficar comparando ao ápice da paixonite que era o início.

 

2) Vocês continuam sendo duas pessoas diferentes. Não é porque vocês são um casal que devem agir como uma única pessoa. A partir do momento em que você entra numa relação e se esquece de que você possui uma vida antes, durante (e quem sabe, depois), você acaba se esquecendo de viver para você e criando uma dependência emocional do outro. E você vai ter que respeitar a individualidade do outro também em situações diversas. Entender que o outro tem amigos que fazem parte da vida dele, entre outras coisas, é importante.

 

3) Você vai ter que ceder de vez em quando. É a velha história do consenso, onde você vai ter que entender que, por mais que tenham suas vontades únicas e diferentes do outro, vocês possuem uma vida a dois. Consensos farão parte da sua vida e ficar de mimimi só prova o quão imaturo você é para lidar com uma relação.

 

4) O sexo nem sempre vai ser maravilhoso (e nem tem a obrigação de ser). Você vai ter que ver algumas calcinhas beges na vida (cá entre nós, vejo problema algum nisso), vai ter que entender que o cara não está disposto, vai ter que lidar com TPM e terminar a noite na mão, vai ter que entender que uma broxada não significa que ele não te ama e assim por diante. Você vai ter que ser compreensivo num relacionamento, o que não implica em ser idiota. São duas coisas diferentes.

 

5) Você vai sentir vontade de ficar sozinho por algum tempo. E isso tem a ver com o princípio da individualidade já falado. Isso não significa que você não ame a pessoa e muito menos que o relacionamento está em crise. Todo mundo precisa de um tempo sozinho para dedicar a si mesmo. Você não precisava cuidar de si, não gostava de ler um livro, ir ao cinema sozinho, ficar em casa dormindo e outras coisas quando era solteiro? Então.

 

 

6) Você não vai mudar ninguém. No máximo, vai conseguir melhorar um pouco a pessoa de acordo com o que você considera melhor para você. As pessoas têm uma ideia de que podem mudar a essência do outro e não percebem que isso é um tremendo de um egoísmo. Se você gosta da pessoa, você pode adaptar as coisas e tentar conciliar outras no modo e na personalidade dela. Querer mudar alguém é como querer montar um boneco que atenda aos seus gostos.

 

7) É muito provável que a sua expectativa inicial não se concretize (e isso é até bom). Você pode se surpreender positivamente ou negativamente e, ainda assim, gostar de quem está com você. Não é porque a tua expectativa inicial foi frustrada, que significa que aquela pessoa não tenha outros atributos agregadores a oferecer a você. Você só tem que deixar de ser mesquinho e entender que as pessoas não são obrigadas a corresponder às suas expectativas (e por isso mesmo é que elas são suas e não de outras pessoas). Se souber lidar com isso, a metade dos seus problemas estará sanada.

 

8) E, por último, mas não menos importante: tatuagens de amor são coisas meio imbecis. Você tem 99% chance de se arrepender e ter que gastar dinheiro com a remoção e 1% de casar e achar a tatuagem brega dentro de alguns anos.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados