Curta a nossa página
 
18/07 23h46 2019 Você está aqui: Home / Polícia José Sérgio Imprimir postagem

Criança internada sob suspeita de ter sido dopada e estuprada não resiste e morre no Hospital Infantil

Bruna Heloísa, de 3 anos, que foi internada na tarde de terça-feira (16), no Hospital Infantil Lucídio Portela, veio a óbito na manhã desta quinta-feira (18), por disfunção de múltiplos órgãos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde. 

A criança havia sido transferida para Teresina após suspeita de de ter sido dopada e abusada pelo padrasto. Uma equipe do Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS), foi deslocada para o Hospital Infantil, onde realizou os exames na criança e constatou que não houve abuso sexual.

Informações ainda dão conta de que o padrasto é deficiente físico e faz uso de medicação Gardenal e diazepam. Agora, os familiares querem a realização do exame toxicológico para detectar se a menina foi dopada ou não e, definir a causa da morte. 

A Polícia Civil está investigando o caso. O corpo da criança foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Entenda o caso

Uma criança de três anos de idade deu entrada no Hospital Infantil Lucídio Portela com suspeita de ter sido dopada e abusada sexualmente pelo padrasto. O caso ocorreu na cidade de Amarante.

A mãe teria viajado e deixado a criança com o companheiro e, quando retornou para casa, ela encontrou a filha desacordada. Ao questionar o que havia acontecido, ela foi agredida a pauladas pelo homem com a ajuda da cunhada e da sogra.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.