Curta a nossa página
 
31/07 01h44 2015 Você está aqui: Home / Mundo Por Otávio Neto Imprimir postagem

EM FOCO TOUR: Conheça Mons, a Capital da Cultura Europeia

O repórter do Em Foco, Otávio Neto visitou a Europa e mostra as belezas naturais, históricas e arquitetônicas que transformam a cidade de Mons na Capital da Cultura Europeia.

Distante 70 km da capital Bruxelas, a cidade de Mons guarda a tranquilidade de uma cidade do interior da Bélgica. O contato com a natureza ainda faz parte do dia a dia de seus 95 mil habitantes, sua arquitetura barroca, suas ladeiras inclinadas apontando para um passado distante e os passos lentos de seus moradores pelas ruas estreitas, fazem de Mons uma atração turística longe das metrópoles europeias.

 

Ideal para quem quer fugir da movimentação das grandes cidades, Mons presenteia seus visitantes com um turismo calmo e tranquilo, mas com o charme de uma cidade da Europa. A enfermeira campomaiorense Silvana Orsano incluiu Mons em seu roteiro de viajem pelo continente: “Cidade encantadora, que envolve a alma humana num sentimento de leveza exterior. Linda demais”, declara.

 

Capital da província Hainault, Mons foi estabelecida no século VII. Seu desenvolveu se deu sobre colinas e grandes muralhas. A cidade está localizada no importante entroncamento entre Bruxelas e Paris. Suas construções medievais se tornaram Patrimônio da Humanidade. O estilo arcaico de vida torna o município atrativo. Mons é a Capital da Cultura Europeia neste ano de 2015.

 

Roteiro perfeito

Logo na chegada um aglomerado de pessoas observa algo. A avalanche de livros que desce de uma janela do primeiro andar da Universidade de Mons chama atenção do público. O prédio de esquina, onde funciona a universidade local, foi escolhido pelo artista espanhol Alicia Martin para abrigar ‘Biografias’. A obra formada por milhares de livros cria uma espécie de proximidade entre o povo e a educação.

 

 

O roteiro que é feito a pé logo encontra pela frente o acolhimento das aconchegantes ruas de Mons. Cheias de altos e baixos, elas estão quase sempre vazias. A arquitetura dá a impressão de uma cidade cinematográfica. As portas das residências, as janelas, os telhado, os automóveis funcionam como um túnel que retorna ao passado e acalenta a alma do visitante.

 

Suas praças são inigualáveis. A natureza bem preservada reflete a educação de seu povo. Pombos e pássaros típicos da região dividem espaço com os moradores que aproveitam aquele pedaço de Europa para lê um bom livro ou namorar em clima agradável. As praças bem conservadas dão as boas vindas aos turistas.

 

 

 

Seguindo rumo ao centro comercial de Mons está a Grand-Place – principal ponto turístico da cidade. O local abriga o prédio construído no século XV onde funciona a prefeitura da cidade. Na entrada da bela construção está o símbolo de Mons: um pequeno macaquinho de ferro, que promete dá sorte para aqueles que lhe acariciarem a cabeça. Ao adentrar o prédio, o Jardins du Mayeur lhe aguarda para uma vista deslumbrante.

 

 

 

Na Grand-Place inúmeros bares são alternativas para um descanso rápido de 30 min. No cardápio não pode faltar a saborosa cerveja belga. Uma vista incrível, num agradável clima, em uma cidade europeia é tudo que aguça o desejo de quero mais. No meio da Grande Praça, uma passagem rápida para tirar algumas fotos no jardim de Girassóis.

 

 

A poucos passos dali está o centro de Mons. Lojas de conveniências, óticas, joalherias, lojas especializas nos deliciosos chocolates belgas e até nomes conhecidos como C&A, McDonalt´s, Levi´s podem ser encontrados. A Hema, no entanto, é a preferida de quem quer gastar menos. Com poucos Euros é possível levar para casa: doces, roupas, perfumes, carteiras, maquiagens e bolças.

 

 

 

Outros dois pontos ainda são capazes de fazer o turista caminhar mais um pouco. A Igreja de St. Wauru e a construção barroca Beffroi. Na igreja, a religiosidade está presente na carruagem de madeira que transporta a imagem de St.Wauru, usada desde o século XVII, na procissão anual. Já no Beffroi, você visualiza toda a cidade sentado em seus belos jardins.   

 

 

Fica a dica! Reserve de cinco a oito horas para conhecer Mons. A capital da Cultura Europeia de 2015 vai lhe surpreender. Se quiser fugir das grandes cidades da Europa para realizar um turismo mais tranquilo não se esqueça de Mons. Reserve espaço na máquina fotográfica e “mãos a obra”. 


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados