Curta a nossa página
 
28/12 14h23 2019 Você está aqui: Home / Entretenimento Da Redação Imprimir postagem

Veja a lista dos famosos que nos deixaram em 2019

O músico Bira, baixista do programa do Jô Soares, morreu no dia 22 de dezembro em São Paulo. O artista estava internado no Hospital Santa Maggiore desde o dia 20, após ter sofrido um AVC. Ele era natural de Salvador e seu nome de batismo era Ubirajara Penacho dos Reis, mas ficou conhecido como Bira do Jô, após fazer parte da banda que acompanhava o apresentador nos programas que ele teve na Globo e SBT.

A atriz Zilda Cardoso morreu aos 83 anos de idade no dia 20 de dezembro, em São Paulo. Segundo informações do G1, a comediante foi encontrada no apartamento em que morava, na região central da capital Paulista. Ele ficou conhecida por interpretar Dona Catifunda na Escolinha do Professor Raimundo, vivida por Dani Calabresa no remake do programa humorístico. Com a mesma personagem, Zilda também fez parte de outras atrações televisivas como A Praça é Nossa.

A vocalista icônica do Roxette, Marie Fredriksson, morreu no dia 9 de dezembro, aos 61 anos de idade. A estrela pop sueca, cujo hit mais memorável foi It Must Have Been Love, lutava há alguns anos contra um câncer, segundo informações da BBC. Marie deixa o marido, Mikael Bolyos, e seus dois filhos, Inez Josefin e Oscar, de 26 e 23 anos de idade, respectivamente.

Gugu Liberato morreu no dia 22 de novembro, aos 60 anos de idade. Ele sofreu um acidente doméstico em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos, e bateu a cabeça. Internado na UTI, sua morte foi divulgada pouco tempo depois.

Jorge Fernando morreu no dia 27 de outubro, aos 64 anos de idade, em decorrência de um aneurisma dissecante da aorta completa. Em comunicado à imprensa, o hospital Copa Star afirmou que apesar de todos os esforços, não foi possível reverter o quadro. Em outubro de 2016, ele havia ficado 19 dias internado para tratar uma inflamação no pâncreas. No ano seguinte, ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral e passou 20 dias internado.

Morreu a atriz brasileira, Ruth de Souza, aos 98 anos de idade, no dia 28 de julho. De acordo com informações publicadas pelo jornal O Dia, a atriz estava internada no Hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro desde o dia 22 de julho para tratar de uma pneumonia. Ruth foi a primeira atriz do Brasil a ser indicada a um prêmio internacional de cinema - o Leão de Ouro de Veneza, em 1954.

O comentarista esportivo Juarez Soares, de 78 anos de idade, morreu na tarde do dia 23 de julho. Segundo informações do UOL Esporte, o apresentador lutava contra um câncer. Soares ficou conhecido por participar dos programas Debate Bola, na Record e do Terceiro Tempo, na Band. Ele também fez parte do Bola na Rede, da Rede TV!, emissora que deixou em abril desse ano.

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu aos 76 anos de idade na madrugada do dia 10 de julho após sofrer um infarto fulminate. A informação foi confirmada pela Record TV, que em contato com a esposa do jornalista, Géorgia Pinheiro, informou que ele morreu em casa, no Rio de Janeiro, depois de ter saído para jantar com os amigos. Em nota, a emissora lamentou a morte do apresentador: A Record TV lamenta profundamente o falecimento de Paulo Henrique Amorim e se solidariza com os amigos, familiares e admiradores. A todos, nossas sinceras condolências.. Paulo Henrique Amorim estava afastado há cerca de um mês do Domingo Espetacular, que apresentava desde 2006. Na Record desde 2003, ele ainda apresentou o Jornal da Record – 2ª edição e o programa Tudo a Ver, com Ana Hickmann e Chris Flores. O jornalista também teve passagem pela TV Globo, Band e TV Cultura, atuando também na internet com o blog Conversa Afiada. Ela deixou a esposa, uma filha e dois netos.

Rubens Ewald Filho, crítico de cinema famoso por participar das transmissões do Oscar e partilhar seus conhecimentos cinematográficos com telespectadores de canais como Globo, TV Cultura, TNT e HBO, morreu aos 74 anos de idade, dia 19 de junho, segundo a revista Veja. Rubens passou quase um mês internado, após um desmaio que resultou em uma queda de uma escada. Além de crítico, ele era roteirista, escritor e até ator.

O dia 7 de junho amanheceu mais triste para os fãs de rock. Isso porque o cantor Serguei morreu no Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, onde estava internado desde o fim de maio. O roqueiro tinha 85 anos de idade e estava internado com um quadro de desidratação, desnutrição e infecção urinária. Além disso, de acordo com a Globo News, ele sofria de Alzheimer, sendo que no final de maio o músico apresentou arritmia severa e insuficiência respiratória aguda.

Gabriel Diniz, mais conhecido pelo hit Jenifer, morreu aos 28 anos de idade após sofrer um acidente aéreo no dia 27 de maio. O músico estava a caminho de Alagoas para visitar a namorada, Karoline Calheiros, que estava fazendo aniversário. O jatinho que ele usou para viajar acabou caindo em Porto do Mato, um povoado do município brasileiro de Estância, Sergipe. Pouco tempo depois, além dos documentos de Gabriel, três corpos foram encontrados - inclusive o do cantor.

A atriz, Lady Francisco, morreu no dia 25 de maio aos 84 anos de idade. A artista já estava internada desde abril na UTI do Hospital Unimed-Rio, na Barra da Tijuca, em decorrências de algumas complicações apresentadas no período pós-operatório de correção de uma fratura que ela teve no fêmur. A morte se deu por falência de múltiplos órgãos decorrente de uma isquemia enteromesentérica - transtorno vascular agudo dos intestinos.

No dia 11 de maio, morreu Lúcio Mauro, aos 92 anos de idade. Ele ficou internado por cerca de quatro meses na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, com problemas respiratórios. Quem confirmou a morte do artista foi o próprio Lúcio Mauro Filho, por meio das redes sociais.

No dia 13 de fevereiro, o mundo perdeu Bibi Ferreira. A artista, considerada um dos grandes nomes do teatro nacional, tinha 96 anos de idade, e morreu vítima de uma parada cardíaca. Ela estava em sua casa, quando começou a passar mal. Bibi foi casada seis vezes e deixou uma filha, dois netos e dois bisnetos.

Ricardo Boechat morreu no dia 11 de fevereiro. O jornalista e âncora do Jornal da Band sofreu uma queda de helicóptero em São Paulo. A informação foi confirmada pelo seu colega de emissora, José Luiz Datena, ao vivo na programação da casa: - Com profundo pesar, cabe a mim informar para vocês que o jornalista, amigo, pai de família, companheiro [...] O maior âncora da televisão brasileira, Ricardo Boechat, morreu em um acidente de helicóptero no Rodoanel, em São Paulo. Ele foi à Campinas para uma palestra, mas, na volta, não chegou ao seu destino, o heliponto da Band. [A aeronave] bateu em um túnel, e por informações iniciais, ele morreu na hora.

Caio Junqueira morreu no dia 23 de janeiro aos 42 anos de idade. A informação foi confirmada ao ESTRELANDO pela Secretaria de Saúde do Rio. Ele estava internado desde o dia 16 de janeiro no Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, após ter sido vítima de um grave acidente de carro. O óbito foi registrado às 5h15, em decorrência dos graves ferimentos do ator. A mãe de Caio chegou a declarar que, mesmo sedado e com um quadro de saúde bastante delicado, o ator dava sinais de que estava querendo lutar pela vida. Caio perdeu o controle do carro enquanto dirigia no Aterro do Flamengo, zona sul da cidade carioca. Ele subiu no meio-fio, bateu numa árvore e o carro capotou. Com mais de 33 anos de carreira, ele era conhecido por interpretar o policial Neto, o aspirante 06, em Tropa de Elite. Ele também fez parte de ,i>Central do Brasil, Zuzu Angel, O Clone, Desejo Proibido e da série O Mecanismo, da Netflix.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados